Positivo do seu jeito

Estilo de Vida

É errado levar o celular ao banheiro?

6 de Fevereiro de 2018

por: MKT Positivo

Não tem outro jeito. Estamos acostumados a viver com os nossos celulares sempre ao alcance das mãos e isso inclui praticamente todos os momentos do dia. Ir ao banheiro sem levar o smartphone, por exemplo, pode se transformar em uma tortura mental para muitas pessoas. Afinal, nos condicionamos a usar nosso companheiro para “matar o tempo”. Mas é errado levar o celular ao banheiro?

Cientificamente falando, porém, existem muitas razões que levam a crer que você não deveria fazer isso em hipótese alguma. Banheiro e celular não combinam e você pode estar prejudicando não apenas a sua saúde como também o desenvolvimento do seu cérebro insistindo em tentar zerar Candy Crush enquanto reina absoluto no trono.

O primeiro problema: proteger o celular de eventuais germes

É praticamente unânime entre especialistas em saúde que os nossos smartphones estão recheados de bactérias e germes. E isso não ocorre por falta de capricho ou asseio dos usuários, mas sim pelo simples fato de que estamos em contato com ele o dia todo. Nossas mãos tocam em outros objetos e depois tocam no celular – e não há muito o que fazer para resolver esse problema.

® GIPHY

Porém, levar o celular ao banheiro pode ampliar ainda mais a quantidade de germes adquiridos no processo. Fique calmo, não estamos falando que você terá problemas de saúde por conta disso como consequência imediata, mas pense da seguinte forma: antes de sair do banheiro você lava as mãos, mas não o seu celular – o que significa que os germes permanecem nele.

Muito além disso: seu cérebro precisa de um descanso

Como eram as suas idas ao banheiro antes de os celulares se tornarem onipresentes no nosso dia a dia? Se você puxar pela memória, certamente vai se lembrar de utilizar esse momento para ler um livro, uma revista, fazer palavras cruzadas ou qualquer outra coisa que parecesse interessante para matar o tempo. E isso fazia bem para você.

®GIPHY

Diversos estudos indicam que é bom para o cérebro ter momentos de descanso ao longo do dia, o que significa se desconectar um pouco de atividades que você pode ter também “lá fora”. Essas pausas são um importante estímulo para que você possa refletir ou mesmo descansar da enorme quantidade de estímulos que recebemos a todo momento.

Em outras palavras, isso significa que ficar rodando a timeline do Facebook, do Twitter e do Instagram até o final enquanto você está no banheiro não está fazendo você “ganhar tempo”, mas sim está deixando você mais cansado. Nós precisamos ficar distantes dos estímulos digitais em vários intervalos ao longo do dia – e esse é um dos que você está perdendo.

Dê mais valor ao silêncio

A essas alturas você pode estar se questionando: eu poderia fazer essa pausa a qualquer momento do dia, ela não precisa ser necessariamente no banheiro. Você está correto se pensar assim. A questão é que essas pausas que temos para fazer as nossas necessidades fisiológicas são certas de que vão acontecer, enquanto as pausas fora de lá nem sempre.

Assim, se você garantir que esses momentos vão representar algum tipo de distração que seja diferente de olhar o celular, certamente você terá ao menos por alguns instantes uma sensação de alívio – e essa sensação não é somente a que você está pensando, mas sim a do descanso do seu cérebro.

®GIPHY

Achou interessante? Faça o teste. Durante uma semana, deixe o celular do lado de fora e veja a ansiedade pelo fato de não ter uma distração em mãos dar lugar à criatividade na busca por outras alternativas tomar conta de você. Quem sabe assim você descola um tempinho para refletir com os seus botões, não é mesmo?

Fonte(s): Lifehacker

CADASTRE-SE PARA FICAR POR
DENTRO DAS NOVIDADES DA POSITIVO.