Positivo do seu jeito

Positivo do seu jeito

Positivo do seu jeito

Android P: entenda como funciona o novo recurso de bateria adaptativa que você vai querer usar

O Android P terá um novo recurso de bateria que certamente estará entre as suas novidades preferidas do sistema operacional. A funcionalidade foi apresentada pela Google no último dia 8 de maio, durante a Google I/O 2018, conferência para desenvolvedores promovida anualmente pela empresa.

O recurso em questão é chamado de “bateria adaptativa” e deve usar os hábitos dos usuários como base para o gerenciamento de consumo. O sistema poderá, por exemplo, detectar apps que estão abertos sem necessidade e desabilitar certas funções que não estiverem em uso, proporcionando uma economia de energia de até 30%.

®GIPHY

Seus hábitos vão fazer a diferença

Os usos de sistemas de inteligência artificial estão entre os principais atrativos do Android P. A ideia é que as informações coletadas possam servir de elemento decisivo na tomada de decisão, ou seja, o aparelho vai aprender qual é o seu comportamento e vai sugerir as melhores configurações para que o consumo de energia seja menor.

A ideia é que nenhuma das decisões do SO cause prejuízo para o uso. Hoje, muitos aparelhos contam com recursos de economia de bateria, mas sua ativação implica em abrir mão do uso de alguma função. Com a inteligência artificial entrando em cena, as funções desabilitadas serão apenas aquelas que você não utiliza.

®GOOGLE

®GOOGLE

®GOOGLE

®GOOGLE

®GOOGLE

O próprio Google deu dois exemplos para ilustrar esse processo: se você checa seus e-mails pela manhã e depois só à noite, o sistema entenderá que à tarde esse app fica ocioso e, em razão disso, pode colocá-lo em modo de hibernação durante esse período. O mesmo vale para apps de uso eventual.

Brilho de tela sob medida

Quem também terá acesso a esses novos recursos é o sistema de gerenciamento do brilho de tela. Se você optar por deixá-lo em modo automático, ele vai aprender quais são os horários e situações em que você mais precisa de brilho de tela. Nos demais momentos, a intensidade da iluminação pode ser ajustada para menos, resultando em economia.

®GOOGLE

®GOOGLE

Note que esse recurso é diferente do que existe atualmente. No Android Oreo, por exemplo, o brilho de tela pode ser adaptado de acordo com a intensidade de luz capturada pelo sensor. No Android 9.0, serão os horários e os hábitos de uso que terão prioridade em relação à luminosidade do ambiente. Gerenciando melhor o uso de energia a partir dos seus hábitos, a empresa promete que é possível obter ganhos de até 30% em relação ao consumo de energia.

A versão 9.0 do Android está prevista para ser lançada oficialmente apenas no último trimestre de 2018, mas ainda não há uma data oficial definida. Após o lançamento, cada fabricante é livre para definir quais aparelhos receberão a novidade e quando ela será disponibilizada em seus produtos.

Fonte(s): Google I/O 2018

VOCÊ TAMBÈM PODE GOSTAR
É hora de repensar o aprendizado

É hora de repensar o aprendizado

lancamentos-netflix-janeiro-2022

Veja os principais lançamentos da Netflix para janeiro de 2022

O mercado de Instituições Públicas potencializa os negócios de empresas de tecnologia

lancamentos-netflix-dezembro-2021

Veja os principais lançamentos da Netflix para dezembro de 2021

instagram-como-baixar-stories

Instagram: como baixar Stories de outras pessoas no PC

atalhos-windows-11

Windows 11: todos atalhos do teclado que você precisa conhecer

Inscreva-se na nossa

Newsletter