Positivo do seu jeito

Dicas

5 motivos para você manter o Bluetooth dos seus aparelhos desligado

12 de setembro de 2019

por: MKT Positivo

A tecnologia Bluetooth foi a responsável por uma série de avanços em termos de mobilidade. Porém, especialistas em segurança veem motivos para manter o Bluetooth desligado se não for estritamente necessário.

Graças a esse recurso é que hoje temos fones de ouvido, mouses, teclados e caixas acústicas sem fio. A praticidade no pareamento e a boa velocidade de transferência de dados fez com que essa opção se popularizasse. Há quem diga ainda que ela é um dos principais pilares da Internet das Coisas.

Durante a conferência hacker Def Con, realizada em Las Vegas, nos Estados Unidos, entre os dias 8 e 11 de agosto, especialistas em segurança (e em burlar tecnologias de segurança) apontaram diversas falhas nesse recurso. Entenda por quais razões eles acham que você deveria manter o seu Bluetooth desligado.

 motivos-manter-bluetooth-desligado
®GIPHY

1. Acesso a informações básicas do usuário

A empresa de segurança Hexway descobriu que em alguns aparelhos, quando a conexão Bluetooth é interceptada, pode ser possível descobrir dados como número do celular, status de bateria, versão do sistema operacional e se há ou não conexão com uma rede Wi-Fi.

Embora poucos casos como esses tenham sido registrados, essa simples possibilidade funciona muito mais como um alerta para que as desenvolvedoras de software corrijam esses problemas.

2. Sistemas de criptografia vulneráveis

Um dos aspectos mais importantes apontados pelos especialistas é o fato de que os sistemas Bluetooth têm um esquema de criptografia falho. Um hacker pode atacar a conexão entre dois dispositivos e enfraquecer a criptografia na troca de dados. Esse tipo de ataque é chamado de KNOB (Key Negotiation of Bluetooth).

Embora ataques como esse sejam raros (pois requerem proximidade do alvo e agilidade nos comandos), eles são uma possibilidade real. Aparelhos que usam Bluetooth Low Energy, como os smartwatches, estão imunes. Para os demais, sempre haverá risco.

3. Riscos de ataques sônicos

Por meio da exploração de falhas, hackers podem sequestrar caixas de som Bluetooth e fazer com que elas produzam ruídos muito altos e agudos. Esse tipo de ataque é conhecido como “ataque sônico”.

Esses ruídos, quando ouvidos por um período de tempo prolongado, podem incomodar e até mesmo desorientar as pessoas ao redor. Em casos mais extremos, os ruídos podem danificar permanentemente a audição das vítimas. Essa possibilidade, embora pouco útil do ponto de vista de quem ataca, está entre medidas preventivas de segurança a serem tomadas para se evitar ataques terroristas.

4. Sua localização exposta nas redondezas

De acordo com o jornal The New York Times, lojas norte-americanas tem rastreado os sinais de Bluetooth para identificar quais consumidores estão em um determinado ambiente. Quando identificados, os usuários recebem publicidade via Bluetooth.

Se você não quer ver a sua privacidade invadida dessa forma, então desligar a ferramenta é a única opção. A exceção, é claro, é se você a estiver utilizando, seja  com um smartwatch ou um fone de ouvido.

5. Economia de energia

Por fim, a última razão pela qual você deveria deixar o seu Bluetooth desligado é simplesmente para economizar a bateria do seu aparelho. Se ele não estiver em uso, então será possível economizar alguns mAh de energia do seu aparelho.

Apesar de todas os ataques relacionados às entradas Bluetooth ainda serem raros, essas são possibilidades que existem e que cada vez estão mais em evidência. Não é nada que o impossibilite de usar essa ferramenta, mas para quem preza pela segurança, vale a pena ficar de olho.

CADASTRE-SE PARA FICAR POR
DENTRO DAS NOVIDADES DA POSITIVO.