Por mais que a tecnologia tenha avançado nas últimas décadas, o desempenho de baterias ainda é uma das maiores dores na hora de lidar com equipamentos eletrônicos. As soluções mais modernas continuam tendo que resolver questões de eficiência energética e, principalmente, durabilidade.

Isso não parece um problema tão grande em um notebook pessoal, mas e quando tem que lidar com várias máquinas em um ambiente corporativo? Preparamos este post especialmente para responder todas as dúvidas que você pode ter sobre o assunto. Boa leitura!

Qual é a vida útil de uma bateria de notebook?

Essa é a pergunta mais comum que se tem sobre baterias de notebook. Mas com a sua experiência na gestão de equipamentos eletrônicos, você provavelmente sabe que a resposta não é uma fórmula muito exata.

A vida útil da bateria é contada por número de recargas completas ou por uma estimativa de tempo — em média, entre 18 e 24 meses para o uso corporativo. Mas o valor real depende de uma série de fatores:

  • tipo da bateria, embora a grande maioria hoje seja do modelo de lítio;
  • capacidade da bateria;
  • qualidade do fornecedor;
  • demanda energética do equipamento;
  • rotinas de recarga;
  • construção do hardware.

Todos esses fatores devem ser levados em conta para definir a vida útil da bateria na sua empresa, entre departamentos e até individualmente no uso de cada um dos colaboradores. É a identificação desses padrões que vai otimizar o seu gerenciamento de ativos tecnológicos.

Como saber se a bateria do notebook precisa ser trocada?

Então, se não dá para prever exatamente a durabilidade de uma bateria de notebook, você pode ficar atento aos sinais e preparar-se antes que ela se esgote completamente e cause uma parada produtiva dentro da empresa. Confira os mais comuns!

Diminuição da autonomia

Quase toda bateria no fim de sua vida útil se comporta do mesmo jeito: ela começa a perder a capacidade de reter energia e, por isso, descarrega mais rápido.

Como esse é um processo gradual, às vezes é difícil perceber de início a degradação da bateria. Quando essa diferença é bem perceptível, significa que está na hora de pensar em uma troca.

Maior tempo para carregamento

A mesma dificuldade de reter energia pode causar também uma demora acentuada no tempo de carregamento ou fazer com que o medidor nunca alcance os 100%. Esse é outro sinal visível e fácil de ser identificado.

Desligamento sem aviso

Muitas vezes a degradação da bateria não é tão linear, causando um mau funcionamento menos previsível. Por isso, oriente todos os usuários da empresa a comunicarem a TI quando o computador começar a desligar aleatoriamente, sem qualquer aviso ou sinal prévio de problema.

Notificações do sistema

Desde o Windows 7, o sistema operacional da Microsoft tem ferramentas nativas para diagnóstico e notificação sobre o estado da bateria. Nem sempre esse medidor é preciso, mas é um bom indício de que você pode começar a buscar peças de reposição.

Como prolongar a vida útil da bateria?

Do mesmo jeito que uma bateria pode durar menos do que a média, algumas atitudes implementadas pela TI ajudam a estender essa vida útil, prolongando os ciclos de atualização e economizando para os próximos investimento. Veja algumas dicas.

Recomende configurações otimizadas

A TI pode criar um manual com recomendações para o uso de notebooks na empresa que beneficiem a saúde não só da bateria como de todo o hardware. É possível, por exemplo:

  • estipular níveis de brilho recomendados;
  • utilizar o modo de economia de energia exceto em tarefas que exijam mais poder de processamento;
  • evitar tirar o notebook da tomada quando houver fontes de energia por perto;
  • utilizar softwares de monitoramento de bateria;
  • suspender ou até desligar o notebook quando não estiver sendo utilizado.

Controle a temperatura do ambiente

O calor é um grande inimigo das baterias de notebook. Além de controlar a temperatura do escritório, é importante repassar essa recomendação para usuários que utilizam o computador da empresa fora do ambiente de trabalho: evite ao máximo o superaquecimento da máquina.

Faça calibragens periódicas

Não é raro que a bateria esteja saudável ainda, mas o computador não esteja conseguindo ler corretamente dados sobre a utilização da energia. As bios têm ferramentas de calibragem que descarregam e recarregam o equipamento por completo para alinhar o indicador e a capacidade real da bateria.

Mantenha os sistemas operacionais limpos

Notebooks com sistemas inchados, que rodam muitos processos desnecessários, exigem mais do que é preciso das baterias e diminuem sua vida útil.

Portanto, crie escalas de manutenção para fazer “faxinas” rotineiras nos computadores. Desfragmentar discos, formatar sistemas operacionais, desinstalar softwares obsoletos, tudo isso ajuda a manter uma bateria saudável.

Outra dica é sempre manter softwares atualizados. As desenvolvedoras costumam, junto com novas funcionalidades, aplicar correções de bugs e instabilidades que podem sugar mais do que precisam da energia disponível.

Como se planejar para criar um ciclo de compra?

Como dissemos, a vida útil de uma bateria de notebook varia entre 18 e 24 meses, mas é impossível fazer uma previsão precisa. Da mesma forma, o prazo entre a compra e a entrega pelo fornecedor varia de empresa para empresa, por isso é importante se antecipar e fazer a troca antes de uma falha completa.

Portanto, a melhor forma de não ter surpresas é usar o tempo médio como um guia e criar ferramentas de monitoramento para perceber os sinais que listamos lá em cima. Assim que eles surgirem, é hora de considerar uma nova aquisição.

Uma boa ideia também é guardar baterias de reserva. Elas podem não ter a mesma vida útil por tanto tempo paradas, mas quebram um galho quando fica difícil encontrar modelos mais antigos.

Inclusive, nossa última dica é ter atenção para alternar ciclos de troca de baterias com o ciclo de trocas completas de hardware. Com o tempo, mesmo uma peça nova não é eficiente em computadores que já não têm mais tanta capacidade para aproveitá-la — desperdiçando o dinheiro que a empresa gastou.

Otimizar investimentos significa saber a hora certa de reaproveitar e a hora certa de reformular sua infraestrutura de TI. Tendo ideia dos sinais que a bateria do notebook dá e estendendo sua vida útil ao máximo, você tem sucesso na sua gestão e ajuda a empresa a economizar.

E não é só a vida útil da bateria que muda no uso corporativo. Se você pretende comprar novos notebooks para a empresa, veja neste post o que precisa ser prioridade na sua pesquisa!

Escreva um comentário

CADASTRE-SE PARA FICAR POR
DENTRO DAS NOVIDADES DA POSITIVO.

Share This