A implementação de um ERP para a gestão tecnológica dos negócios foi uma solução tão impactante no mercado que rapidamente se tornou uma necessidade de sobrevivência. Hoje, quem não aposta em integração e inteligência no uso de dados, não consegue a eficiência necessária para competir por demandas cada vez mais rápidas do público.

Mas, como acontece com qualquer tecnologia que se consolida, o segredo para o sucesso está na evolução constante e na adaptação rápida às novidades. Por isso, para ajudar você a ficar sempre na frente em implementação tecnológica empresarial, preparamos uma lista com 8 tendências que prometem aprimorar a utilização de ERPs. Confira!

1. ERP na nuvem

Quando pensamos sobre a natureza de um ERP, talvez possamos afirmar que essa é a tendência principal capaz de introduzir todos os outros itens desta lista. Aliar a nuvem à gestão de TI se tornou uma estratégia de negócio, que torna quem gere o setor um profissional fundamental para o sucesso da empresa.

Migrar seu sistema de gestão para a nuvem significa liberar a produtividade dos seus limites físicos e ganhar flexibilidade e escalabilidade para o seu trabalho.

Assim, além de facilitar o acesso e o controle do uso de dados por todos os departamentos, você ganha a capacidade de ajustar a oferta de recursos de acordo com a demanda. A nuvem é mais do que uma tendência, é a computação do futuro.

O quanto antes os profissionais de TI perceberem isso e seguirem por esse caminho, mais vantagem darão às suas empresas na corrida em busca de novas oportunidades.

2. Consolidação do Big Data

Por que a cloud computing é tão importante? Um dos motivos por trás disso está na necessidade de lidar com um volume cada vez maior de dados na tomada de decisões e no planejamento de novas estratégias.

Big Data é a capacidade de extrair informações relevantes do negócio coletando, segmentando e avaliando dados de diversas fontes. A palavra-chave para o sucesso aqui é integração. Se o ERP já é uma solução nesse sentido, aliar a tecnologia à nuvem é uma tendência forte para o futuro.

3. Inclusão de Inteligência Artificial na gestão

Mas e quando o volume de dados é tão grande que a sua equipe não é mais capaz de interpretá-los de maneira eficiente? A performance cada vez maior dos ERPs criou esse paradoxo na gestão da TI, que será resolvido de forma brilhante com a introdução de novas Inteligências Artificiais.

Por meio de técnicas, como o Machine Learning, o próprio ERP será capaz de identificar informações relevantes, cruzar valores e gerar relatórios significativos para a tomada de decisões no negócio.

Ou seja, mais do que colocar a sua função em destaque, o seu sistema será em breve a principal fonte de novas estratégias e identificação de oportunidades no mercado.

4. Gestão de compliance

O uso de nuvem e de Big Data tem benefícios enormes para qualquer empresa, mas isso não vem sem alguns desafios. Um dos principais que podemos citar é a garantia de compliance para todos os usuários.

A tendência aqui que pode ajudar os gestores de TI é a oferta cada vez maior de ferramentas de compliance integradas ao ERP. São funcionalidades de monitoramento, controle de acesso, gerenciamento de interações entre usuários e dados, além de formas mais eficientes de comunicação e educação dos colaboradores em todos os departamentos.

5. Uso de blockchain

O blockchain ganhou bastante fama nos últimos anos por causa da explosão de popularidade da Bitcoin e outras criptomoedas. O que profissionais de TI estão percebendo depois desse primeiro momento é que a tecnologia pode ser utilizada para muito mais do que a criação de moedas virtuais.

A ideia central por trás do blockchain é o uso colaborativo de vários computadores e servidores para uma verificação descentralizada da autenticidade de dados e suas modificações.

Quando aplicada a um ERP, essa técnica agiliza a verificação da integridade do seu banco de dados e tornar o acesso dos colaboradores muito mais rápido sem abrir mão da segurança. Pelo contrário, o blockchain pode ser a próxima referência em proteção de dados nos ERPs do futuro.

6. Integração com IoT

A Internet das Coisas, ou IoT, diz respeito a dispositivos inteligentes e interconectados capazes de monitorar e gerenciar a produtividade de forma autônoma e automatizada.

Uma grande tendência que já está muito presente na indústria e que deve se expandir para todo o mercado é a integração desses equipamentos em um ERP mais abrangente.

O que isso significa? Que, além da gestão de dados, o profissional de TI terá em poucos cliques uma visão geral do negócio, seja operacional, financeiro ou administrativo — e, mais importante, como todas essas coisas se conectam.

A IoT é um salto de produtividade, e o ERP com essa capacidade é um avanço de gestão. É uma tecnologia capaz de se tornar uma solução estratégica completa.

7. Implementação mais prática

Outra vantagem do ERP ir para a nuvem é que a sua implementação é simplificada, assim como há um prazo muito menor para o retorno em resultados práticos.

Essa tendência ficou conhecida como ERP modular. Em vez de adquirir uma solução em um pacote fechado, a TI contrata a tecnologia como um serviço, podendo adicionar ou retirar funções e ferramentas de acordo com as suas necessidades.

A implantação dessa forma se torna mais flexível, eficiente e pode ser inserida de maneira gradual e natural na vida de todos os colaboradores.

8. Mobilidade

Com o compliance resolvido em um sistema seguro e flexível, baseado em cloud computing, a grande tendência para os ERPs é que eles se libertem totalmente do escritório. A equipe de TI, nesse caso, tem um controle de acesso eficiente e pode permitir a utilização do sistema de qualquer lugar e horário.

Em um cenário de competição cada vez menos tradicional, quando o que vale é ser ágil, eficiente e flexível para atender a um novo público, essa mobilidade é o que transforma a tecnologia em uma solução real de negócio.

E é isso que qualquer gestor de TI espera do seu ERP atualmente: que bons fornecedores e uma implementação bem-feita se traduzam não só em um sistema de gestão mais produtivo, mas em uma solução de negócio que faça a empresa crescer junto com seu setor tecnológico.

E falando em TI eficiente, será que não está na hora de atualizar seus servidores? Leia este post sobre o assunto!

Escreva um comentário

CADASTRE-SE PARA FICAR POR
DENTRO DAS NOVIDADES DA POSITIVO.

Share This