Como identificar fake news em correntes no WhatsApp?

Não é nenhum segredo que o WhatsApp se tornou um ambiente de ampla propagação para notícias falsas. As mensagens que são reencaminhadas de um grupo para outro muitas vezes não passam por nenhum tipo de checagem, o que contribui para a desinformação.

Pensando em facilitar a vida dos usuários na identificação desse tipo de conteúdo, e também tentando reduzir o volume de informações falsas que circulam no mensageiro, os desenvolvedores do WhatsApp decidiram incluir um novo recurso no aplicativo: uma busca integrada ao Google.

Como identificar notícias falsas no WhatsApp?

A nova ferramenta ainda está em fase de testes e apenas sete países terão acesso à novidade neste primeiro momento: Brasil, Espanha, Estados Unidos, Irlanda, Itália, México e Reino Unido. O recurso de identificação de notícias falsas será incorporado tanto na versão para Android quanto no WhatsApp Web.

O recurso funciona da seguinte forma:

Ao receber uma mensagem que foi encaminhada muitas vezes, o WhatsApp exibirá um ícone de lupa logo ao lado do texto, do link ou da imagem.

Ao tocar no ícone, o usuário será direcionado para o Google, onde poderá identificar com facilidade os primeiros resultados relacionados ao termo em questão. Não haverá uma identificação clara de que o conteúdo é verdadeiro ou falso, mas a ideia é dar ferramentas para que os próprios usuários chequem as informações antes de passá-las adiante.

Fonte: Divulgação/WhatsApp

Combate às notícias falsas é prioridade nas redes sociais

O Facebook e outras redes sociais têm sido bastante cobradas pela sociedade como um todo a tomarem medidas que coíbam a disseminação de notícias falsas. Todos os produtos da empresa, Facebook, Instagram e WhatsApp, adotaram medidas para tentar reduzir o índice de mensagens falsas em circulação.

A preocupação deve se acentuar ainda mais ao longo dos próximos meses, especialmente nos Estados Unidos. Em novembro deste ano acontece mais uma eleição presidencial e, a exemplo do que ocorreu há quatro anos, o Facebook é um dos alvos de disseminação de informações falsas que podem influenciar diretamente no resultado eleitoral.

A falta de medidas efetivas que possam coibir o discurso de ódio nas redes sociais e os conteúdos falsos provocaram reações nos anunciantes. Diversas empresas de grande porte decidiram retirar a veiculação de publicidade dos produtos do Facebook até o final de 2020 até que a empresa adote medidas mais eficazes para restringir a visibilidade desse tipo de conteúdo.

Como ter acesso ao novo recurso do WhatsApp?

Tudo o que você precisa fazer é atualizar o seu WhatsApp para a versão mais recente. O Facebook não informou a partir de qual versão disponibilizará essa ferramenta, mas informou que a atualização será liberada ao longo das próximas semanas. Portanto, aos poucos todos os usuários verão esse recurso sendo integrado ao mensageiro.

Você pode forçar a atualização do seu WhatsApp via Google Play. Acesse o aplicativo e toque no ícone de menu, no canto superior esquerdo. Selecione “Meus apps e jogos” e localize a opção “Atualizações”. Atualize todos os apps disponíveis e, especialmente, o WhatsApp. Se não houver atualização disponível, não se preocupe: aguarde que nos próximas dias você também receberá a novidade.

VOCÊ TAMBÈM PODE GOSTAR
Mulher deitada no sofá assistindo os lançamentos da Netflix em seu tablet.

Confira os principais lançamentos da Netflix para Abril de 2024

Imagem em 3D de uma mulher em pé utilizando novas tecnologias de realidade aumentada para trabalhar.

Como as tecnologias emergentes impactam o mercado

Robô desenhando fazendo alusão à criação de imagens por meio de Inteligência Artificial.

Guia prático para criar imagens no ChatGPT

Garota sorrindo e piscando um olho enquanto aponta para a câmera de um jeito divertido, como quem está dando uma dica.

6 extensões úteis para usar no Google Drive

Bateria carregada em 3D.

Indicador de saúde da bateria pode chegar ao Android

Mulher contando segredo sobre os mitos da tecnolgia que todo mundo já caiu.

6 mitos sobre tecnologia que muita gente já caiu

Inscreva-se na nossa

Newsletter


    Ao clicar em “enviar” a Positivo Tecnologia tratará os seus dados de acordo com a Política de Privacidade e Cookies.