Positivo do seu jeito

Dicas

Como usar o Google Maps no modo realidade aumentada

16 de junho de 2019

por: MKT Positivo

O Google Maps liberou recentemente para os usuários brasileiros um modo de realidade aumentada. A ideia é que durante os trajetos feitos a pé, na tela do celular sejam exibidas informações extras sobre os estabelecimentos à medida que você passa por eles.

O recurso de realidade aumentada não é exatamente um novidade, uma vez que ele já havia sido anunciado pelo Google há mais de um ano, durante a conferência Google I/O, realizada nos Estados Unidos em maio de 2018. Vamos aprender a como utilizar mais essa novidade?

como-usar-o-google-maps-no-modo-realidade-aumentada
®GIPHY

Mudando a maneira como interagimos com os mapas

Antes de tudo, é importante ressaltar que você precisa ter muito cuidado para utilizar os recursos de realidade aumentada dos mapas do Google. A razão para esse alerta é simples: durante o trajeto, a câmera estará aberta o tempo todo e você estará olhando para a tela.

Por isso, é preciso ficar alerta aos sinais de trânsito, aos demais pedestres e aos obstáculos que surgirem no caminho, como degraus, postes e placas. Dito isso, vamos conhecer mais detalhes desse recurso e descobrir como tirar proveito dele.

Importante ainda: vale lembrar que esse recurso não está disponível para todos os usuários. O Google já iniciou a liberação da ferramenta, mas a disponibilidade se dá em ondas. Portanto, caso você tente utilizar o recurso e não consiga, tenha paciência: em breve ele estará habilitado no seu smartphone.

  • Passo 01: Abra o aplicativo Google Maps.
  • Passo 02: Trace uma rota de um ponto a outro na cidade. Escolha a opção de fazer o trajeto a pé.

como-usar-google-maps-modo-realidade-aumentada-01

  • Passo 03: Se o recurso estiver disponível para sua conta, na parte inferior da tela surgirá uma opção chamada “RA”.
  • Passo 04: Toque sobre ela e comece o trajeto.

como-usar-google-maps-modo-realidade-aumentada-02

Agora, basta direcionar a câmera para os prédios, monumentos e estabelecimentos existentes ao longo do trajeto. Tanto as placas, sinalizando os nomes das ruas, quanto as setas, indicando a direção para onde ir, aparecem na tela.

Ao longo do caminho, pode ser que pontos turísticos e estabelecimentos comerciais disponibilizem informações extras. Elas surgirão na tela e poderão auxiliá-lo a tomar decisões ou mesmo a conhecer mais detalhes sobre os locais – tudo isso sem precisar tocar em nada para buscar mais conteúdo.

Aumento no consumo de bateria

Embora o recurso seja bastante futurista, a sua aplicabilidade ainda tem algumas limitações. Isso porque nem todos os locais ainda tem informações extras para exibir, de forma que o que temos é um mapa em tempo real com a indicação de distâncias e direções.

Quando a câmera é apontada para baixo, o aplicativo sai do modo realidade aumentada. A ideia é economizar bateria quando não há nada para ser mostrados. Aliás, em termos de consumo de energia, o recurso de realidade aumentada “castiga” bastante o celular – muitos minutos em realidade aumentada significam um consumo de energia bem acima da média.

Vale lembrar que o recurso de realidade aumentada no Google Maps ainda está em fase inicial e, portanto, alguns bugs podem ser percebidos pelos usuários.

CADASTRE-SE PARA FICAR POR
DENTRO DAS NOVIDADES DA POSITIVO.