Positivo do seu jeito

Dicas

Google Maps agora exibe se ônibus, metrôs e trens estão lotados; veja como usar

5 de julho de 2019

por: MKT Positivo

Desde o início do mês de julho, o Google Maps ganhou mais um recurso que promete ajudar bastante os usuários do transporte coletivo. A partir de agora, há como exibir se um ônibus está lotado no Google Maps. O recurso vale ainda para trens e metrôs.

Infelizmente, nem todas as cidades brasileiras estarão aptas a usar essa funcionalidade. Assim como ocorre com a ferramenta que informa o horário e o itinerário das conduções, somente nas principais cidades do país será possível verificar mais essa novidade.

google-maps-exibir-onibus-metro-trem-lotado
®GIPHY

Como exibir se o metrô está lotado no Google Maps

Segundo a equipe de desenvolvimento do Google, o recurso será incorporado aos mapas de cerca de 200 cidades em todo o mundo. No Brasil, São Paulo e Rio de Janeiro serão as primeiras cidades a testar a novidade.

Além disso, a empresa confirmou que a funcionalidade que mostra o itinerário dos ônibus em tempo real será estendida também para Brasília, Recife e Salvador.

Como curiosidade, segundo o Google, São Paulo detém 3 das 10 linhas mais lotadas do mundo – a linha 11 Coral (na segunda posição), a linha 8 Diamante (na quarta posição) e a linha 9 Esmeralda (na oitava posição). Estão no top 10 outras 3 linhas de Buenos Aires, na Argentina, 2 em Tóquio, no Japão, uma em Paris, na França, e uma em Nova York, nos Estados Unidos.

Lotação será feita por estimativa

Ainda não há recursos tecnológicos que permitam ao Google exibir em tempo real a quantidade de pessoas que está dentro de um ônibus. Assim, a estratégia da ferramenta será a mesma que já é adotada no Google Maps para estabelecimentos comerciais: a estimativa.

Quando você pesquisar um trajeto no Google terá como resposta, entre outras coisas, um gráfico com a intensidade de uso do público ao longo do dia. Dessa forma, por meio de indicação de probabilidade, será possível identificar se o trem que vem a seguir terá ou não lugares vagos para sentar.

Para tornar essa funcionalidade possível o Google começou a reunir as informações sobre a localização dos usuários (sempre com autorização) em outubro de 2018. As informações foram analisadas de forma anônima. Se ao andar de trem, ônibus ou metrô você viu uma mensagem perguntando como foi a viagem e se a lotação estava completa, então você participou da composição dos dados que formam a base desse recurso.

Por fim, o trajeto dos ônibus no Google Maps também passará a receber informações sobre o trânsito. Assim, se você estiver no transporte coletivo e a sua condução estiver presa em meio a um engarrafamento, então a previsão de chegada será alterada.

Dessa forma, o Google espera fornecer ao usuário mais um recurso para que ele possa decidir qual é o melhor horário para ir para o ponto de ônibus. Muitas vezes, sair do trabalho mais cedo não significa chegar antes.

CADASTRE-SE PARA FICAR POR
DENTRO DAS NOVIDADES DA POSITIVO.