Positivo do seu jeito

Dicas

Instagram: como criar seus próprios filtros para o Stories

15 de setembro de 2019

por: MKT Positivo

Desde que o Instagram liberou novos filtros para os usuários nos Stories, o recurso se tornou uma verdadeira febre. Basta navegar um pouco pelos perfis que você segue para perceber que eles estão fazendo um sucesso enorme. Você sabe como criar filtros Instagram? Descubra aqui!

Essa possibilidade é relativamente nova, pois foi liberada em meados de agosto. De lá para cá muita gente já descobriu essa ferramenta e o número de filtros não para de crescer.

Em um artigo anterior já explicamos como pesquisar e instalar filtros para usar no Stories. Agora chegou a vez de aprender a como criar os seus próprios filtros.

instagram-como-criar-seus-proprios-filtros
®GIPHY

Como criar filtros para o Stories do Instagram

Para criar filtros para o Stories do Instagram será preciso utilizar uma ferramenta desenvolvida pelo Facebook chamada Spark AR Studio. O software é gratuito, mas está disponível apenas em versão para PC.

Clique aqui para fazer o download do Spark AR Studio para Windows

Infelizmente, a ferramenta não é das mais intuitivas. Usuários que já tiveram experiências anteriores com softwares de modelagem 3D ou mesmo com editores de imagem e vídeo, como o Adobe Photoshop e o Adobe Premiere, levarão vantagem nesse quesito.

Depois de baixar e instalar o aplicativo, um vídeo de tutorial introduz algumas das principais ferramentas da plataforma. Algumas configurações e conceitos que você deve assimilar incluem os seguintes:

  • Viewport:  espaço para visualizar o seu efeito;
  • Scene Panel: controla quais objetos estarão em seu efeito;
  • The Layers Panel:  permite adicionar e editar camadas;
  • Inspector: visualiza e edita as propriedades dos elementos em cena;
  • Assets Panel:  permite adição e visualização de todos os recursos adicionados a um projeto;
  • Toolbar and Menu bar: acesso rápido a todos os tipos de recursos;
  • Patch Editor and scripting Console:  permite adicionar mais complexidade aos efeitos usando programação visual ou scripts;
  • Simulator: tela que exibe como seu efeito fica em um dispositivo móvel.

Uma vez que você esteja familiarizado com as ferramentas, é hora de utilizar os recursos de realidade aumentada do Spark AR Studio. As possibilidades são inúmeras e levam em consideração o rastreamento do rosto e os movimentos das mãos e do corpo.

É possível ainda modificar o background, operando criações 3D ou 2D. Por fim, você pode incluir sons e aprimorar os efeitos especiais por meio da edição dos códigos, caso tenha um conhecimento mais avançado.

Cada tipo de projeto tem um tutorial em vídeo disponível. Você pode acessar todos eles na documentação de vídeos em realidade aumentada do Spark AR Studio.

Publicando filtros no Stories do Instagram

Uma vez que o seu projeto esteja finalizado, é preciso salvá-lo em enviá-lo para o Spark AR Hub. Trata-se de uma plataforma de publicação pela qual todos os efeitos criados precisam passar.

Eles são analisados pela equipe de desenvolvimento do Facebook e do Instagram e só são liberados caso atendam às políticas e termos da Camera Effects Plataform e às diretrizes do Instagram.

Esse processo é manual e, portanto, demorado. Usuários que já tiveram seus efeitos publicados relatam que a resposta, positiva ou negativa pode demorar algumas semanas.

Após a liberação o usuário recebe acesso a uma plataforma de análise na qual ele pode verificar as estatísticas de acesso e uso bem como todos os detalhes de envio e configuração.

Assim, embora seja acessível para qualquer um, a criação de um filtro de qualidade ainda não é tão simples. Porém, se você está disposto a investir seu tempo na plataforma, vale a pena explorar todas as possibilidades que o Spark AR Studio oferece.

CADASTRE-SE PARA FICAR POR
DENTRO DAS NOVIDADES DA POSITIVO.