Muito anunciada, a tecnologia 5G finalmente chega ao Brasil em 2019. Correspondendo à 5ª geração da internet móvel, ela tende a ser mais rápida e deve revolucionar a maneira com que acessamos a rede por meio de dispositivos móveis. A notícia já foi anunciada por operadoras e fabricantes de aparelhos e, por isso, é preciso questionar qual o impacto dessa tecnologia para as empresas e como se preparar para esse cenário.

Quer descobrir mais sobre esse avanço tecnológico? Confira agora mesmo!

A evolução do 4G

A tecnologia 4G é a que está em funcionamento na atualidade. A frequência utilizada é de 2,5 GHz e sua implantação ocorreu em 2014 — prazo de lançamento previsto pela Anatel como sendo antes da Copa do Mundo. Na época, a promessa era o aumento da velocidade de tráfego de dados.

Como, desde 2015, foi permitido agregar novas bandas de frequência para o 4G, o uso simultâneo dessas redes possibilitou alcançar velocidades mais altas de conexão em até 30%, em comparação com o método tradicional da 4ª geração.

A tecnologia utilizada no 4G era a rede Long Term Evolution (LTE), a qual funciona em mais de 75% dos municípios brasileiros. Além da rapidez, ela também se destaca pela quantidade de pessoas passíveis de conexão sem perda na qualidade do sinal.

Outro detalhe do 4G é que ele prioriza o tráfego de dados, ou seja, áudio, vídeo, texto e foto. A partir de 2015, a rede atua nas faixas de 2,5GHz e 1,8GHz. No entanto, a frequência de 700MHz, da TV analógica, é utilizada para a expansão da tecnologia.

Todos esses recursos citados propiciaram o anúncio do 4G+ e do 4,5G. Porém, apesar de alguns especialistas acreditaram que essa mudança de termo é comercial, ela também tem relação com a velocidade de tráfego. De toda forma, esse foi o começo da mudança para o 5G.

As novidades da tecnologia 5G

A tecnologia 5G é chamada de internet do futuro, porque sua proposta é deixar tudo conectado ao mesmo tempo. Esse processo exige muitos testes e trabalho, mas é uma demanda de consumidores e empresas de todo o mundo. Essa é a principal novidade dessa rede. No entanto, o coordenador do MBA em Marketing Digital da Fundação Getúlio Vargas (FGV), André Miceli, destacou em entrevista que os benefícios vão além.

A ideia é que a performance mude drasticamente. Falamos aqui não somente de uma velocidade muito maior e uma latência muito menor, mas de um mundo conectado, o que chamamos de a Internet das Coisas.

Essa é a grande sacada. Para a Intel, há três fatores que caracterizam a evolução tecnológica necessária para um mundo conectado e inteligente:

  • acesso de dispositivos e coisas à internet — a expectativa é que existam mais de 50 bilhões e 200 bilhões de sensores conectados até 2020, o que é um volume grande de dados;
  • capacidade de processamento, análise e armazenamento distribuída na estrutura da rede;
  • conectividade permanente entre rede, coisas e nuvem.

Para a sociedade, isso significa uma velocidade maior de tráfego e a possibilidade de facilitar a rotina diária. No entanto, para as empresas, há muitas vantagens. É por isso que 96% das empresas de tecnologia de grande porte pretendem adotar o 5G.

No Brasil, a conexão deve ser até 100 vezes maior que a velocidade atual. Os downloads devem ser mais rápidos que a fibra óptica, inclusive. Mais que isso, a latência deve ser diminuída, facilitando a realização de uma videoconferência e o controle remoto de equipamentos, como carros teleguiados. Porém, quais são os impactos para o mundo corporativo? É o que veremos em seguida.

Os impactos para a TI e a relação com a IoT

Um dos principais benefícios da tecnologia 5G é alavancar o uso da Internet das Coisas (IoT). A conexão veloz será utilizada para mais que downloads e carregamento de páginas. Na verdade, terá o objetivo principal de conectar dispositivos entre si.

Isso deve fazer com que, nos próximos anos, a IoT tenha uma funcionalidade muito maior. Se hoje ela está presente em tablets, smartphones, TVs, computadores, relógios e wearables, nos anos seguintes a tendência é que abranja eletrodomésticos, ferramentas de trabalho, carros e até a casa toda.

Nessa perspectiva de evolução — além de garantir que você acesse sua cafeteira pelo seu smartphone, a fim de saber a que horas você chegará em casa, deixando o café pronto — a tecnologia 5G com a IoT serão capazes de informar sobre algum gargalo em sistema utilizado, que causará sua indisponibilidade em pouco tempo. Assim, a equipe de TI pode agir com antecedência.

Outros benefícios para o ambiente corporativo são os que listamos a seguir. Confira!

Velocidade e estabilidade da conexão

A expectativa é que a velocidade da internet 5G chegue a 1Gbps. Atualmente, é de 25Mbps. Para as empresas, isso representa mais tranquilidade ao realizar os trabalhos. Afinal, os aplicativos são baixados com mais rapidez, as vídeo-chamadas têm mais qualidade e os vídeos de streaming são visualizados sem problemas.

Essa característica facilita a mobilidade das equipes e a tendência do Bring Your Own Device (BYOD). Ao mesmo tempo, com o uso de arquivos e softwares em nuvem, a estabilidade e a velocidade da conexão se tornam prerrogativas fundamentais para o bom funcionamento do negócio.

Vale a pena destacar que o 5G requer a adequação da infraestrutura, com instalação de equipamentos que operem no padrão. A empresa que fizer isso terá mais alcance de rede.

Aumento das possibilidades de trabalho

O 5G propicia o fomento do uso de jogos imersivos, robotização, direção autônoma, cirurgia remota, automação de processos industriais, vídeos de ultra-definição e mais. Para a área de TI, é a oportunidade de visualizar o tráfego e as tecnologias utilizadas com mais cuidado para identificar problemas.

Assim, é possível reduzir o tempo de indisponibilidade e de latência, agilizando a resposta do suporte. Isso acontece porque os fluxos de dados são mais eficientes e a arquitetura SDN ainda facilita a gestão centralizada das redes, que direciona o roteamento de maneira inteligente.

Utilização da inteligência artificial

Os assistentes virtuais permitem aos colaboradores enviar mensagens e e-mails enquanto se deslocam, preparar listas de afazeres e até gerenciar as anotações do calendário. No entanto, o 5G combinado à nuvem, facilitará o aprendizado de máquina. Isso leva ao descobrimento de padrões, que identificam problemas relacionados a trafego, funcionamento de equipamentos, disponibilidade de redes etc.

No caso de uma indústria, por exemplo, os dispositivos conectados trocam dados entre si e sinalizam gargalos sem qualquer intervenção humana. Com isso, a fábrica se torna automatizada e mais inteligente.

Favorecimento do particionamento de rede

O network slicing é um dos benefícios derivados do 5G. Na prática, esse termo indica que você reserve parte da banda para atender às necessidades específicas de um dispositivo, aplicativo ou serviço. Com isso, há mais estabilidade para trabalhar com eficiência.

É possível fazer o network slicing, por exemplo, para chamadas de vídeo. Contudo, esse é um recurso muito importante para a segurança da informação. Isso porque os ataques cibernéticos podem ser divididos para uma das fatias da rede.

A otimização da experiência do consumidor

A tecnologia 5G também influencia de maneira positiva a experiência do cliente. Ela favorece a integração do consumo, isto é, o uso de diversos dispositivos por parte dos usuários para acessar o e-commerce e o aplicativo ou até para aperfeiçoar a jornada de compras na loja física.

Entre os dispositivos passíveis de uso, estão os tradicionais — como televisão, computador e smartphones — e também os mais inovadores, a exemplo de geladeiras, relógios e carros. Os assistentes por voz também se tornam mais eficientes e são integrados a diferentes dispositivos, além de guiarem o consumidor entre as experiências para facilitar a busca por informação, conveniência e facilidade.

Esse processo passa, inclusive, por utilizar novas tecnologias, como as realidades aumentadas e mistas. Nesses casos, sua empresa consegue criar conteúdos diferenciados, que são exibidos aos consumidores em tempo real e de maneira totalmente dinâmica, o que contribui para a decisão de compra.

Em resumo, o uso de uma internet mais rápida faz o comportamento do consumidor se modificar ainda mais. Se, hoje, ele já deseja buscar informações antes de decidir o que vai comprar, a tendência é que ele busque essa interatividade cada vez maior com outros dispositivos. Por isso, é fundamental conhecer as demandas para se preparar para esse novo cenário.

A preparação para a tecnologia 5G

Por mais que o 5G ainda esteja em início de implantação, é importante preparar suas equipes para a chegada desse novo contexto. Para isso, é essencial pesquisar sobre a tecnologia e descobrir suas capacidades. É assim que você determina quais recursos podem ser usados agora e aqueles que serão adotados no futuro.

A partir desse diagnóstico, você também identifica possibilidades criativas e inovadoras, que ajudam sua empresa a se manter competitiva e se adaptar a essa disrupção. Lembre-se, ainda, de se manter informado sobre o cronograma de implantação.

Tenha em mente que os sistemas 5G vão incluir acesso à rádio, núcleo, soluções de gerenciamento e nuvem. Por isso, é importante seguir três dicas:

  • escolha fornecedores de confiança, que ajudarão a selecionar a arquitetura e a estratégia certas para evoluir o seu negócio. Isso reduz riscos e otimiza a experiência;
  • planeje a transformação, porque mais que a tecnologia, é preciso pensar em novos mercados e clientes com outros modelos de negócio;
  • comece, agora mesmo, a partir de escolhas tecnológicas simples, como sistemas em nuvem para modernizar a infraestrutura, plataformas de análise para verificar os dados e de capacitação de serviços em tempo real, além de soluções de política para uma governança adaptável e dinâmica.

Com esses requisitos, sua empresa estará pronta para a tecnologia 5G e vai agregar vantagem competitiva. Esse destaque trará benefícios financeiros e operacionais, e otimizará o trabalho da equipe de TI, que será capaz de identificar as necessidades com mais eficiência.

Agora que você entendeu mais sobre as redes 5G, que tal ajudar outras pessoas a compreender melhor esse assunto? Então, compartilhe este post nas suas redes sociais!

Escreva um comentário

CADASTRE-SE PARA FICAR POR
DENTRO DAS NOVIDADES DA POSITIVO.

Share This