A tecnologia desempenha hoje um papel fundamental dentro das empresas. Ela não é responsável apenas por otimizar processos, mas também gera valor para os negócios. Por isso, causa grandes modificações na estrutura corporativa, fazendo com que a dinâmica da companhia se adapte constantemente às novas demandas do mercado.

Foi nesse contexto que surgiu o gerenciamento remoto. A implementação desse conceito vem ganhando cada vez mais espaço, mostrando seu potencial para quem busca dinamicidade e eficiência.

É normal surgirem algumas dúvidas ao lidar com esse assunto, mas não se preocupe! Neste post vamos esclarecer os pontos mais importantes sobre o gerenciamento remoto, suas relações com o DMTF e como implementá-lo. Confira!

Como funciona o gerenciamento remoto?

O acesso remoto causou um grande salto tecnológico nas empresas. Sua principal característica é permitir que os usuários de um determinado sistema possam interagir com ele à distância — isto é, longe do computador. Consequentemente, adotá-lo exige a utilização de uma conexão com dispositivos externos.

Hoje, fazemos acesso remoto a diversas plataformas por meio de smartphones e outros dispositivos móveis. A rede não precisa obrigatoriamente de uma infraestrutura física, podendo ser estabelecida por meio de Wi-Fi ou outras tecnologias de telecomunicações.

No caso do gerenciamento remoto, estamos falando da aplicação dessa lógica de comunicação no coração dos processos de TI. Afinal, a infraestrutura de rede também precisa ser monitorada e controlada. Seu objetivo pode ser gerenciar os computadores de sua própria empresa ou oferecer esse serviço aos seus clientes.

Seu funcionamento é bastante simples. Ferramentas são instaladas nos computadores e servidores (locais ou virtuais) para reunirem dados relacionados ao desempenho dos hardwares e softwares conectados à rede. Além disso, elas geram relatórios das atividades executadas pelos usuários.

Com essas informações em mãos, a equipe de TI é capaz de atuar de forma preditiva, principalmente para solucionar eventuais problemas. É possível também oferecer suporte aos usuários, estabelecendo um meio de comunicação online entre a TI e as estações de trabalho.

Infraestrutura necessária

Quem realiza o gerenciamento é um agente remoto, que pode se conectar à rede sem ter problemas com firewalls, VPN etc. Cabe a ele elaborar estratégias para atender às exigências do cliente e manter o funcionamento da rede de forma a suprir as demandas do dia a dia.

Com ferramentas adequadas, é possível acessar os computadores, independentemente dos sistemas operacionais que eles utilizam, em qualquer rede. Além disso, o acesso pode ser feito via desktop, notebook, smartphone ou qualquer outro dispositivo móvel configurado.

É importante destacar a necessidade de estabelecer uma conexão segura para evitar que o acesso remoto crie uma fragilidade na rede. Por isso, é indicado o uso de VPN para criptografar os dados transmitidos entre as duas pontas.

Além disso, é preciso adotar uma ferramenta própria para o acesso remoto. Alguns sistemas operacionais (como o Windows, o Mac OS e o Linux) oferecem ferramentas nativas para isso.

Se o objetivo for rodá-lo em um navegador, isso pode ser feito com programas específicos. Entretanto, o mais comum é utilizar ferramentas com VPN para garantir um nível de segurança adequado.

Quais são os benefícios para a sua empresa?

Assim como ocorre em mudanças estruturais causadas pela transformação digital, o gerenciamento remoto permite uma melhoria significativa na dinâmica interna da empresa.

Na prática, estamos falando de processos mais fluidos e que geram uma relação orgânica entre os setores, como mostraremos a seguir.

Aumento da produtividade

Para começar, com o acesso remoto, a produtividade tende a aumentar rapidamente. Problemas de rotina deixam de causar grandes impactos no desempenho individual e coletivo dos funcionários.

O resultado é um ambiente de maior eficiência em todos os processos que envolvem as plataformas e ferramentas digitais da empresa.

Redução de custos

Não há mudança que possa ser feita sem que seus impactos financeiros sejam analisados antes. E é nesse ponto que está um dos maiores diferenciais oferecidos pelo gerenciamento remoto.

Implementado da maneira correta, ele gera uma grande redução de custos, principalmente em relação aos atrasos evitados. Os colaboradores aproveitam melhor os recursos disponíveis e as ferramentas deixam de sofrer com falhas constantes.

Mesmo que ocorram problemas, eles são resolvidos com maior agilidade, evitando a criação de gargalos.

Economia de tempo

Como consequência desse aumento na eficiência da equipe, o tempo necessário para finalizar processos é reduzido. Além da diminuição do número de “obstáculos” ao longo do caminho, cada profissional pode ainda contar com o suporte do agente remoto para acelerar suas atividades. O resultado é um trabalho que rende muito mais.

Facilidade ao acesso da informação

Um fator que costuma ser um problema para muitas empresas é a dificuldade de acessar informações. Um profissional precisa de um documento, dado ou contato mas acaba demorando para providenciar devido à burocracia ou por estar longe do local de trabalho.

Com o gerenciamento remoto, isso fica no passado. As informações ficam disponíveis onde você estiver — basta ter um dispositivo conectado à rede da empresa e autorizado a acessar os servidores.

Mais segurança

A segurança da informação pode ser complicada quando documentos sigilosos entram e saem da empresa. Isso é acentuado em modelos de negócio obsoletos, pois é preciso imprimir muitos papéis que, hoje, podem ser substituídos por documentos digitais.

Por isso, o gerenciamento remoto eleva a segurança da informação a um novo patamar de qualidade. Com uma conexão protegida e relatórios de atividades (e de acessos), é possível monitorar o fluxo de informações e evitar vazamentos indesejados.

Mais controle para o gestor

A eficiência de uma equipe — e de toda a empresa — depende do poder de atuação dos gestores. Com o gerenciamento remoto implementado, isso é feito com mais facilidade — afinal, a própria rotina dos gestores é modificada.

Em vez de separar um tempo para ficar no computador apenas olhando relatórios e monitorando os processos, o gestor passa a fazer isso de onde estiver. Basta acessar o celular e verificar quais problemas foram notificados e resolvidos, quem está visualizando as informações etc.

A transformação digital vem tornando mais abstrato o limite entre o mundo físico e o virtual. A tendência é que as atividades de gerenciamento possam ser feitas de qualquer lugar — basta ter acesso à rede da empresa.

O que é o DMTF e por que ele é importante?

O Distributed Management Task Force (DMTF) é uma organização que dá suporte ao desenvolvimento, à unificação e à implementação de processos, padrões e iniciativas em empresas e na internet. Grosso modo, trata-se de um grupo de desenvolvedores, fabricantes e agências de inovação que trabalham em conjunto para guiar a adoção de tecnologias como as ferramentas de gerenciamento remoto.

O DMTF possibilita que seu empreendimento faça uma abordagem integrada desse conceito, garantindo economia na implementação e reduzindo os riscos. Diversas padronizações são fruto do trabalho do DMTF, como a Web-Based Enterprise Management (WBEM), a Common Information Model (CIM), a System Management BIOS (SMBIOS), entre outras.

Adotando o DMTF, é possível acessar um amplo acervo de documentos que dão suporte à implementação. Isso pode ser feito com o apoio de uma instituição que oferece o serviço de gerenciamento remoto.

Assim, sua empresa passa a contar com o que há de mais eficiente em tecnologia para acesso remoto, otimizando seus processos, reduzindo custos e gerando valor para os negócios.

Faça já uma avaliação das estratégias utilizadas pela sua equipe de TI e veja como o gerenciamento remoto e o DMTF podem ser o caminho certo para alcançar um importante diferencial competitivo. Quer saber como isso pode ser feito com tranquilidade? Então, entre em contato com a Positivo e fale com quem mais entende do assunto!

1 Comment

Escreva um comentário

CADASTRE-SE PARA FICAR POR
DENTRO DAS NOVIDADES DA POSITIVO.

Share This