Positivo do seu jeito

Dicas

Como colocar o link do WhatsApp na bio do Instagram

2 de outubro de 2020

por: MKT Positivo

Que tal tornar mais fácil a vida dos clientes da sua empresa que acessam o perfil da companhia pelo Instagram? Há como colocar o link do WhatsApp na bio do Instagram e permitir que com um toque na tela todos possam conversar com a sua conta comercial.

Embora seja uma das redes sociais com maior índice de conversão, ou seja, os posts são de fato entregues para um número maior de seguidores, o Instagram não é muito amigável quando se trata de links externos. Uma das únicas oportunidades é o link da bio e você pode transformá-lo em mais uma oportunidade de conversar diretamente com os seus clientes.

Parcela significativa das companhias prefere colocar um link para o site oficial, mas que tal deixar em primeiro plano uma opção para conversar diretamente com os usuários?

Como fazer para criar um link para um número do WhatsApp?

Antes de tudo você precisa aprender a transformar o seu número do WhatsApp em um link. Para isso, siga este passo a passo:

Passo 1. Copie este link: http://api.whatsapp.com/send?1=pt_BR&phone=5500000000000. Somente com ele é possível criar o redirecionamento direto para o seu número. Caso a sua cidade ainda não utilize o nono dígito, opte então pelo seguinte link: http://api.whatsapp.com/send?1=pt_BR&phone=550000000000

Passo 2. Coloque o seu número no link. Substitua todos os ZEROS pelo seu número de telefone, incluindo o DDD da sua cidade. Pronto!

Passo 3. Se você for colocar o link em uma página da web, automaticamente ao clicar sobre ele o usuário poderá iniciar uma conversa via WhatsApp com você, caso ele tenha o aplicativo instalado.

Como você já percebeu, o link para o número do WhatsApp não é uma URL muito amigável. Porém, você pode transformá-la utilizando um encurtador de links. A nossa recomendação é o serviço TinyURL. Veja como fazer isso.

Passo 1. Acesse a página do TinyURL.

Passo 2. Insira a URL do link para o WhatsApp no campo “Enter a long URL to make tiny”.

Passo 3. Se você preferir, é possível customizar a URL no campo “Custom alias”.

Passo 4. Por fim, clique em “Make TinyURL”.

Colocando um link na bio do Instagram

Agora que você já criou um link direto para a sua conta no WhatsApp, é hora de inseri-lo na bio do Instagram. A recomendação é colocá-lo no campo “Site”, único espaço destinado à inclusão de uma URL clicável.

Passo 1. Acesse o seu perfil no Instagram.

Passo 2. Toque em “Editar perfil”.

Passo 3. Em seguida, no campo “Website”, insira a URL recém-criada.

Pronto! O trabalho foi concluído com sucesso. A partir de agora, sempre que um usuário acessar o seu perfil ele poderá ter a opção de iniciar uma conversa via WhatsApp tocando na URL. Como dica adicional, você pode personalizar a URL e criar expressões mais chamativas para atrair o público.

Por exemplo: tiny.url/chamanowhatsapp é uma forma simples e direta de informar a todos que o link direciona o usuário para um local no qual é possível conversar com um representante da marca. Além disso, URLs personalizadas com o nome da empresa também são uma boa ideia. O importante é não perder mais esse canal de comunicação com o consumidor.

WhatsApp: o aplicativo mais utilizado durante a pandemia

Não é nenhum segredo que o WhatsApp já é há muito tempo o aplicativo mais utilizado pelos brasileiros – e um dos mais populares em todo o mundo. Especialmente por aqui ele é praticamente o substituto oficial das mensagens de texto, obrigando as operadoras de telefonia a se adaptarem criando planos que privilegiem o uso da ferramenta.

Durante o período da pandemia de coronavírus, a dependência do mensageiro cresceu ainda mais. Um estudo feito por professores e estudantes do Núcleo de Marketing e Consumer Insights da Escola Superior de Propaganda e Marketing apontou que 97% dos entrevistados utilizam o WhatsApp pelo menos uma vez por dia.

Outro relatório, produzido pela Decode (empresa de pesquisa sobre comportamento digital), destacou ainda que o uso do aplicativo cresceu 97% no Brasil durante o mesmo período. Na prática, é como se o tráfego na plataforma tivesse simplesmente dobrado em poucos meses – um índice impressionante se levarmos em consideração que o volume anterior já era altíssimo.

Em julho de 2020 o WhatsApp chegou a registrar mais de 1,4 bilhão de acessos no país. Grande parte desse aumento se deve a adoção do serviço pelas micro e pequenas empresas. Com as novas regras de distanciamento social, se tornou imperativo evitar lugares com aglomerações e as compras pelo mensageiro passaram a ser a principal alternativa para muitos brasileiros.

“A análise de publicações, comentários e demais expressões dos consumidores nas redes sociais utilizou metodologias linguístico-computacionais de processamento e análise de texto para consolidar o sentimento e percepção pública dos consumidores que utilizam o Whatsapp no contato com as empresas. Neste sentido, 71% do sentimento público sobre o Whatsapp nos negócios é positivo”, destacou a Decode em comunicado enviado à imprensa.

Com mais de 2 bilhões de usuários em todo o mundo, o WhatsApp é um serviço disponível em cerca de 180 países e 60 idiomas. Desde que foi adquirido pelo Facebook, por US$ 16 bilhões em 2014, o app não encontrou dificuldades para se consolidar como o aplicativo mais popular em todo o mundo, roubando até mesmo a primeira posição do próprio Facebook.

No Brasil, estima-se que o WhatsApp esteja presente em 99% dos celulares, independentemente do sistema operacional utilizado. Mesmo os usuários que preferem outros serviços concorrentes, como o Telegram ou o Signal, ainda assim mantêm o app instalado para conseguir se comunicar com a maior parcela da população.

Um curiosidade: segundo dados do comScore, a faixa etária mais ativa no WhatsApp é a dos adultos com mais de 45 anos de idade. O grupo representa nada menos do que 27% do público total da plataforma. Os adultos com idade entre 25 e 34 anos completam a segunda faixa etária mais ativa no serviço.