Positivo do seu jeito

Positivo do seu jeito

Positivo do seu jeito

planeta AB Aur B

Exoplaneta 9 vezes maior do que Júpiter é descoberto

Se você possui um conhecimento básico sobre astronomia, ou então se lembra das aulas de ciências no colégio, sabe que Júpiter é o maior planeta do nosso Sistema Solar. Para ser mais exato, o grandalhão possui um diâmetro de quase 140 mil km, sendo onze vezes maior do que a Terra. Apesar de ser gigantesco, há pesos mais pesados espalhados pelo universo.

planetas no universo

Recentemente, pesquisadores descobriram um exoplaneta – planeta fora do nosso sistema solar – que supera o tamanho de Júpiter em nove vezes. Além de surpreender pelo seu tamanho, o AB Aur b, como foi nomeado o planeta, surpreende pelo seu pouco tempo de formação, que tem intrigado os astrônomos ao revelar uma nova maneira de como esses corpos espaciais podem ser criados.

Se você é apaixonado ou curioso sobre os mistérios do nosso universo, não pode deixar de conhecer o AB Aur b e como ele tem mudado os estudos sobre os exoplanetas.

AB Aur b e seu nascimento curioso

O AB Aur b foi identificado e tem sido estudado graças ao famoso telescópio espacial Hubble e ao Subaru, telescópio que está instalado no Havaí. Estima-se que ele esteja há aproximadamente 9,5 trilhões de quilômetros da Terra – cerca de um ano luz.

homem olhando planeta através de um telescópio antigo

Através dos telescópios, foi possível observar que ele está inserido em um grande disco expansivo de gás e poeira, estando próximo da estrela AB Aurigae, que tem um raio de 1,7 milhão de km – cerca de três vezes maior do que o raio do Sol.

Como destacado anteriormente, este grande exoplaneta tem criado diversas dúvidas entre os astrônomos. Isso se deve pela sua formação ter sido feita de forma diferente do único processo de criação de planetas que se tinha conhecimento até o momento.

Antes do AB Aur b, era praticamente dado como certo que os planetas eram formados através da acumulação lenta de sólidos em um núcleo rochoso. Ao aumentar em tamanho, esse tipo de núcleo começaria a acumular gás, dando procedimento a um longo processo que criaria os planetas como se tem conhecimento hoje.

planetas no sistema solar

Segundo seus pesquisadores, o exoplaneta não seguiu esse modelo de criação. Ele também se diferencia dos demais planetas ao estar orbitando em torno de sua estrela a uma distância muito maior do que a propícia para a sua criação. Segundo Oliver Guyon, astrônomo e coautor dos estudos feitos sobre o AB Aur b até então, o novo planeta “desafia nossa compreensão da formação de planetas”.

A hipótese mais aceita até o momento é que o AB Aur b está se formando graças ao resfriamento feito no disco ao redor de sua estrela, com a gravidade fazendo com que ele se fragmente em diversos pedaços que são então puxados para o centro devido a própria gravidade. De qualquer forma, assim como o visto em relação a outros assuntos sobre o universo, parece haver mais perguntas do que respostas em relação ao grande planeta.

Planetas notáveis

Já que o assunto é sobre um planeta fora do nosso Sistema Solar, resolvemos mostrar alguns dos planetas mais curiosos que os pesquisadores já possuem conhecimento. Segundo o site Science Alert, os que merecem maior destaque são:

O menor

De tamanho próximo a nossa Lua, o Kepler-37b é o menor planeta que se tem registro atualmente. Localizado na constelação de Lyra, a cerca de 210 anos luz da Terra, ele está tão próximo de uma estrela que acaba se tornando inviável para o desenvolvimento de organismos vivos.

O maior

Por grande que seja o AB Aur b, ele não é o maior exoplaneta já encontrado. O DENIS-P J082303.1-491201 b tem cerca de 28,5 vezes o tamanho de Júpiter. Dessa forma, a Terra seria apenas um pontinho quando comparado com ele. Seu tamanho é tão grande que os cientistas ainda têm dúvidas se ele deve ser classificado como um planeta ou uma estrela anã marrom.

O mais novo

O “caçula” da lista é o V830 Tauri, que tem “apenas” 2 milhões de anos. Apesar disso, ele é bem maior do que o nosso planeta, e orbita uma estrela menor que ele mesmo, apesar dela ter a mesma massa do Sol.

O mais velho

Em contrapartida, o exoplaneta mais antigo que se tem conhecimento é o PSR B1620-26 b, com 12,5 bilhões de anos. Pesquisadores acreditam que, por ele ser tão velho, não há quantidade suficiente de carbono e oxigênio em sua superfície para o desenvolvimento de vida.

O mais frio

O OGLE-2005-BLG-390Lb apresenta uma temperatura de 223ºC negativos. Curiosamente, ele não está tão longe da sua estrela, mas por ela ser tão pequena, o planeta acaba sendo congelante dessa forma. Devido a isso, ele foi apelidado pelos pesquisadores de Hoth – referência ao universo fictício de Star Wars.

O mais quente

Enquanto Mercúrio demora 88 dias para dar uma volta no Sol, o Kelt-9b precisa de apenas um dia e meio para contornar a sua estrela, a HD 195689, que tem 2,5 vezes a massa do Sol e uma temperatura que chega a 10.000ºC. Com isso, ele se torna o planeta mais quente que se tem conhecimento, chegando a 4.300ºC.

Incrível o quão surpreendente o universo é, não é mesmo? Caso queira conferir outras descobertas que os cientistas e astrônomos estão tendo em relação ao espaço, acesse o nosso blog.

Fonte(s): 

Mundo Conectado, Revista Galileu e Sydney Morning Herald (imagem).

VOCÊ TAMBÈM PODE GOSTAR
lancamentos-netflix-junho-2022

Veja os principais lançamentos da Netflix para junho de 2022

celular com logo do corinthians em cima da mesa

Universo SCCP: conheça o novo app oficial do Corinthians com benefícios para torcedores

menina gamer gravando tela do pc

Windows 11: como gravar a tela do PC de forma simples

lupa apontando para o logo do google representando pesquisa

Você poderá fazer buscas no Google de coisas que não sabe como descrever

planeta AB Aur B

Exoplaneta 9 vezes maior do que Júpiter é descoberto

mulher-sentada-em-escada-usando-wifi-nos-postes

Rio de Janeiro terá postes com Wi-Fi 6E

Inscreva-se na nossa

Newsletter