Prepare-se: o WhatsApp vai mostrar anúncios em breve

Os dias de WhatsApp completamente livre de anúncios podem estar chegando ao fim. Um dos apps mais populares do planeta, o WhatsApp vai mostrar anúncios em breve, numa tentativa de monetizar a plataforma e deixar os seus acionistas mais felizes.

Quando os criadores do serviço, Jam Koum e Brian Acton, fundaram o WhatsApp, ambos se mostravam radicalmente contra a colocação de anúncios em qualquer uma das telas. Mesmo depois que o serviço foi vendido ao Facebook esse pensamento continuou o mesmo, apesar de críticas de alguns acionistas.

“Eu fiz uma escolha e tenho um compromisso com os usuários e convivo com isso todos os dias”, destacou Brian Acton enquanto ainda era o proprietário majoritário do WhatsApp. Uma das condições para que o aplicativo fosse vendido para o Facebook posteriormente foi a de que esse compromisso fosse mantido – e enquanto ele esteve por perto, o acordo foi cumprido.

Agora que ambos os fundadores deixaram definitivamente a companhia, o mais provável é que as coisas mudem de rumo, e os anúncios são o primeiro aspecto dessa nova era do WhatsApp sem os seus fundadores. Os investidores e acionistas veem essa iniciativa com bons olhos e esperam que o público se acostume com a novidade rapidamente.

®GIPHY

Anúncios começam de forma pouco invasiva

Inicialmente, a expectativa é que os anúncios sejam mostrados apenas na barra de status do WhatsApp. A proposta é que eles sejam similares àqueles já exibidos no Instagram e no próprio Facebook. Ou seja, ao menos por enquanto, tudo será feito de uma forma pouco invasiva, mantendo a experiência original na parte principal do serviço.

As mudanças mais significativas devem ser percebidas somente se o Facebook decidir adicionar anúncios às conversas. Além do sério risco que de que haja um comprometimento no visual – e consequentemente na experiência de uso – especialistas apontam que essa característica pode abrir brechas de segurança.

Assim, tudo dependerá de como os usuários responderão à estratégia da empresa. Se os anúncios se tornarem um incômodo a tendência é que os usuários comecem a deixar o app. Ou seja, para a empresa, é preciso encontrar um ponto de equilíbrio entre agradar os usuários e monetizar o aplicativo a ponto de as coisas continuarem valendo a pena – ao menos do ponto de vista dos acionistas.

Quando os anúncios começarão a ser veiculados?

Essa é uma resposta que ninguém tem no momento. O Facebook sinalizou apenas as suas intenções e destacou que internamente começou a rodar alguns testes relacionados a essa possibilidade. Dessa forma, é possível que os alguns usuários comecem a perceber os anúncios no Status ao longo dos próximos meses, ainda que em versão beta.

A boa notícia é que essas mudanças serão percebidas primeiramente em outros sistemas operacionais, já que no Android elas só começarão depois. Ou seja, quem usa um smartphone com o sistema operacional do Google, certamente tem pela frente pelo menos mais seis meses de uso do WhatsApp completamente livre de anúncios.

E você, o que achou dessa iniciativa do WhatsApp? Os anúncios no Status serão benvindos, incomodam ou você não se importa com isso?

Fonte(s): TechHundred

VOCÊ TAMBÈM PODE GOSTAR
Bateria carregada em 3D.

Indicador de saúde da bateria pode chegar ao Android

Mulher contando segredo sobre os mitos da tecnolgia que todo mundo já caiu.

6 mitos sobre tecnologia que muita gente já caiu

Logo do Google Gemini.

Gemini: o que é e como usar a IA do Google

Teclado de um notebook em 3D com uma tecla com um ponto de interrogação, expressando a dúvida entre instalar Linux ou Windows.

Linux ou Windows: compare os recursos dos sistemas para PC

Crianças em uma sala de aula moderna e usando tecnologia.

Como a tecnologia melhora o processo de aprendizagem escolar?

Satélites em órbita ao redor da Terra.

Primeiros satélites que fornecem rede a celulares são lançados pela Starlink

Inscreva-se na nossa

Newsletter


    Ao clicar em “enviar” a Positivo Tecnologia tratará os seus dados de acordo com a Política de Privacidade e Cookies.