Positivo do seu jeito

Positivo do seu jeito

Positivo do seu jeito

Prepare-se: o WhatsApp vai mostrar anúncios em breve

Os dias de WhatsApp completamente livre de anúncios podem estar chegando ao fim. Um dos apps mais populares do planeta, o WhatsApp vai mostrar anúncios em breve, numa tentativa de monetizar a plataforma e deixar os seus acionistas mais felizes.

Quando os criadores do serviço, Jam Koum e Brian Acton, fundaram o WhatsApp, ambos se mostravam radicalmente contra a colocação de anúncios em qualquer uma das telas. Mesmo depois que o serviço foi vendido ao Facebook esse pensamento continuou o mesmo, apesar de críticas de alguns acionistas.

“Eu fiz uma escolha e tenho um compromisso com os usuários e convivo com isso todos os dias”, destacou Brian Acton enquanto ainda era o proprietário majoritário do WhatsApp. Uma das condições para que o aplicativo fosse vendido para o Facebook posteriormente foi a de que esse compromisso fosse mantido – e enquanto ele esteve por perto, o acordo foi cumprido.

Agora que ambos os fundadores deixaram definitivamente a companhia, o mais provável é que as coisas mudem de rumo, e os anúncios são o primeiro aspecto dessa nova era do WhatsApp sem os seus fundadores. Os investidores e acionistas veem essa iniciativa com bons olhos e esperam que o público se acostume com a novidade rapidamente.

®GIPHY

Anúncios começam de forma pouco invasiva

Inicialmente, a expectativa é que os anúncios sejam mostrados apenas na barra de status do WhatsApp. A proposta é que eles sejam similares àqueles já exibidos no Instagram e no próprio Facebook. Ou seja, ao menos por enquanto, tudo será feito de uma forma pouco invasiva, mantendo a experiência original na parte principal do serviço.

As mudanças mais significativas devem ser percebidas somente se o Facebook decidir adicionar anúncios às conversas. Além do sério risco que de que haja um comprometimento no visual – e consequentemente na experiência de uso – especialistas apontam que essa característica pode abrir brechas de segurança.

Assim, tudo dependerá de como os usuários responderão à estratégia da empresa. Se os anúncios se tornarem um incômodo a tendência é que os usuários comecem a deixar o app. Ou seja, para a empresa, é preciso encontrar um ponto de equilíbrio entre agradar os usuários e monetizar o aplicativo a ponto de as coisas continuarem valendo a pena – ao menos do ponto de vista dos acionistas.

Quando os anúncios começarão a ser veiculados?

Essa é uma resposta que ninguém tem no momento. O Facebook sinalizou apenas as suas intenções e destacou que internamente começou a rodar alguns testes relacionados a essa possibilidade. Dessa forma, é possível que os alguns usuários comecem a perceber os anúncios no Status ao longo dos próximos meses, ainda que em versão beta.

A boa notícia é que essas mudanças serão percebidas primeiramente em outros sistemas operacionais, já que no Android elas só começarão depois. Ou seja, quem usa um smartphone com o sistema operacional do Google, certamente tem pela frente pelo menos mais seis meses de uso do WhatsApp completamente livre de anúncios.

E você, o que achou dessa iniciativa do WhatsApp? Os anúncios no Status serão benvindos, incomodam ou você não se importa com isso?

Fonte(s): TechHundred

VOCÊ TAMBÈM PODE GOSTAR
É hora de repensar o aprendizado

É hora de repensar o aprendizado

lancamentos-netflix-janeiro-2022

Veja os principais lançamentos da Netflix para janeiro de 2022

O mercado de Instituições Públicas potencializa os negócios de empresas de tecnologia

lancamentos-netflix-dezembro-2021

Veja os principais lançamentos da Netflix para dezembro de 2021

instagram-como-baixar-stories

Instagram: como baixar Stories de outras pessoas no PC

atalhos-windows-11

Windows 11: todos atalhos do teclado que você precisa conhecer

Inscreva-se na nossa

Newsletter