Mulher contando segredo sobre os mitos da tecnolgia que todo mundo já caiu.

6 mitos sobre tecnologia que muita gente já caiu

Ah, o mundo da tecnologia! Um universo cheio de maravilhas, inovações e… Um bom monte de besteiras que mais parecem ter saído de uma sessão da tarde de filmes de ficção científica. Sim, estamos falando daquelas histórias que circulam por aí, que muita gente jura de pé junto que são verdade, mas que, na real, não passam de lendas urbanas digitais.

Mundo futurista e cheio de tecnologia do desenho Futurama.

De IAs que supostamente têm planos de dominar o mundo a redes Wi-Fi públicas que seriam totalmente seguras, vamos desbravar esse campo minado de equívocos. Prepara o café, senta que lá vem história, porque hoje é dia de desmistificar!

Mito 1: inteligência artificial está ganhando consciência

Sabe aquela ideia de que um dia você vai acordar, olhar para o lado e ver uma IA tomando café da manhã no seu lugar? Ou aquela conversa de filme de ficção científica à la Matrix onde as máquinas ganham consciência e começam a questionar a vida, o universo e tudo mais?

Então, estamos bem longe dessa realidade. As Inteligências Artificiais, por mais avançadas que estejam, ainda operam dentro do que foram programadas para fazer. Elas podem aprender com os dados que recebem, sim, mas não confunda isso com ter vontades próprias ou emoções.

A verdade é que elas estão mais para um algoritmo de cálculo super rápido do que para o próximo membro da família. E sobre substituir totalmente os humanos? Bem, elas podem até assumir tarefas repetitivas, mas ainda precisamos das pessoas para aquelas atividades que requerem um toque criativo, decisões complexas e, claro, aquela nossa capacidade única de entender e compartilhar sentimentos.

Robôs do filme "A Família Mitchell e a Revolta das Máquinas" desenhando expressões faciais em seus rostos de vidro dizendo "eu sinto emoção" em inglês.

Mito 2: o 5G e os boatos de causar doenças

Ah, o 5G! A nova era da internet móvel traz velocidades de download que fazem o 4G parecer um carroça. Mas junto com a empolgação, vieram também uns papos meio estranhos, tipo que o 5G poderia ser o vilão por trás de várias doenças.

Sério, tem gente preocupada achando que vai começar a ter dor de cabeça, insônia ou até ganhar superpoderes (ok, essa última seria legal, mas também é mentira) só porque a rede do celular está mais rápida.

A verdade é que, até agora, a Ciência não encontrou nenhuma prova de que as frequências usadas pelo 5G façam mal à saúde. Então, pode ficar tranquilo: o único risco do 5G é você não querer mais largar o celular de tão rápido que a internet vai ficar!

Mito 3: o antivírus é o seu grande salvador das ameaças online

instalou seu antivírus e está se sentindo mais tranquilo, protegido contra todos os males do mundo virtual? Bom, melhor segurar a capa um pouco. Embora os antivírus sejam úteis para nos defender contra muitos vilões digitais, eles não são uma muralha impenetrável e tampouco a mais perigosa.

É que esses programas são ótimos para lidar com os bichos-papões que eles já conhecem, mas sempre pode aparecer um vírus novinho em folha, um tipo de malware inédito que passe direto pelo seu escudo protetor. Além disso, tem muita ameaça que chega de mansinho, através de um link suspeito que você clicou sem querer ou um arquivo duvidoso que acabou baixando. Então, a regra é: antivírus sim, mas junto com ele, um montão de cautela e bom senso. Ah, e manter o software sempre atualizado também ajuda a fechar as portas para os intrusos digitais.

Tela de um computador de tecnologia antiga onde aparece um inseto comendo um disquete com a frase "vírus detectado" em inglês.

Mito 4: Wi-Fi público, tão seguro quanto abraçar um cacto?

Sabe quando você encontra um Wi-Fi público gratuito e sente aquela alegria de não precisar gastar seus dados móveis? É quase como encontrar água no deserto. Mas, ó, antes de sair conectando, vem cá que temos que conversar.

Usar Wi-Fi público sem precauções é tipo abraçar um cacto esperando um abraço de urso: pode ser bem espinhoso. Essas redes são o playground dos hackers, que adoram espiar o que você está fazendo ou, pior, pegar seus dados mais preciosos. Então, se for realmente necessário usar, evite acessar sites que precisam das suas informações sensíveis, tipo banco online ou compras. 

E olha, uma VPN pode ser sua melhor amiga nesses casos, criando uma espécie de túnel seguro para a sua navegação. Assim, você continua aproveitando a conexão gratuita, mas sem oferecer seus dados em bandeja de prata para os curiosos de plantão. Mas tem que saber escolher o VPN também, pois se escolher o errado pode ter problemas sérios de segurança.

Mito 5: a história das portas fechadas e o sinal do Wi-Fi

Vamos desvendar um mistério doméstico: a lenda urbana de que fechar as portas pode sufocar o seu sinal de Wi-Fi. Já imaginou? Você está em casa, tentando melhorar a internet, abrindo e fechando portas como se fosse um ritual mágico. A realidade é que as portas, especialmente se forem de madeira ou PVC, não estão nem aí para o seu Wi-Fi. 

O que realmente faz a diferença são as paredes grossas, objetos grandes e, acredite se quiser, aquele aquário gigante na sala. Esses sim podem ser os verdadeiros vilões da sua saga por um sinal melhor. Então, antes de sair por aí fazendo a dança das portas abertas, dê uma olhada ao redor. Talvez seja hora de reposicionar o roteador ou dar um jeito naquela decoração que, sem você saber, está bloqueando seu caminho para o mundo digital.

Mito 6: aba anônima, o manto da invisibilidade que não esconde tanto assim

usou a aba anônima pensando que estava no modo ninja da internet, completamente invisível? Bom, vamos ajustar essa capa de invisibilidade. Na real, a aba anônima é mais uma capinha transparente do que um manto. Ela até evita que seu histórico de navegação, cookies e informações digitadas fiquem salvos no seu dispositivo, mas olha, tem um monte de olho grande que ainda pode te ver.

Seu IP, por exemplo, está lá, acenando para os sites, provedores de internet e, dependendo de onde você tá, até para o chefe curioso ou a escola. Quer dar uma fortalecida nesse disfarce? Navegadores focados em privacidade, tipo o Tor, podem ser aliados mais eficazes, escondendo seu IP atrás de várias camadas de segurança. Mas lembre-se, na internet, zero rastros é um objetivo difícil de alcançar. A regra é sempre navegar com consciência, mesmo quando estiver no modo “anônimo”.

Homem de chapéu, ícone da aba anônima, se escondendo e depois reaparecendo várias vezes.

***

E aí, conseguimos abrir seus olhos para o fascinante mundo da tecnologia sem os véus dos mitos e das meias verdades? Esperamos que sim! Afinal, navegar no vasto oceano digital com conhecimento e segurança é o primeiro passo para aproveitar ao máximo tudo o que a tecnologia tem a oferecer. Mas não para por aqui, não.

Dá um pulo no blog da Positivo do Seu Jeito! Aqui, você vai encontrar uma galáxia de conteúdos, desde dicas úteis que vão turbinar seu dia a dia até as últimas novidades tech que estão rolando no mundo digital.

VOCÊ TAMBÈM PODE GOSTAR
Mulher sorrindo e trabalhando com um notebook Positivo.

Como formatar notebook Positivo?

Vários teclados em uma lixeira.

Como descartar lixo eletrônico corretamente?

Mulher trabalhando no modelo home office na sala de sua casa.

Como escolher os equipamentos para home office?

lente de aumento sobre o título Google Tradutor aberto em um navegador da internet

10 truques do Google Tradutor que vão facilitar a sua vida

Mulher no banco de trás de um carro com o seu cachorro usando o novo serviço Uber Pet.

Uber Pet: descubra como usar para transportar seu animal de estimação

mulher tirando foto pelo smartphone

26 dicas para tirar boas fotos com o celular

Inscreva-se na nossa

Newsletter


    Ao clicar em “enviar” a Positivo Tecnologia tratará os seus dados de acordo com a Política de Privacidade e Cookies.