Vivemos em uma era na qual a informação desempenha um papel de protagonismo nos negócios. Quanto maior a capacidade de uma empresa de utilizar estrategicamente seus dados digitais, maior é o diferencial competitivo que ela alcança. Ainda assim, é comum se deparar com alguns percalços.

A transformação digital abriu portas para que as empresas atuem de forma personalizada, de acordo com o perfil de seus clientes e as características de seus produtos e serviços. Assim, o grande desafio é identificar de que maneira a informação se relaciona com as demandas específicas da sua empresa.

Pensando nesse importante tema, mostraremos neste artigo os principais benefícios do uso estratégico dos dados e como tirar proveito do Big Data para alcançar seus objetivos. Confira!

Os benefícios do uso estratégico de dados digitais

Ainda no início década de 1990, o termo Big Data já era utilizado pela NASA como referência ao gigantesco volume de dados coletados em suas operações. De lá para cá, as novas tecnologias permitiram que o mercado se aproveitasse desse conceito para fazer análises e gerar insights para os negócios.

Veja a seguir os principais benefícios que essa prática pode oferecer.

Tomadas de decisão mais inteligentes

Por décadas, gestores e empresários buscaram formas de automatizar as tomadas de decisão, da mesma forma que faziam com as operações da empresa. Entretanto, o que acontecia era que na maioria dos casos isso dependia diretamente do seu feeling para os negócios. No máximo, relatórios sobre o passado eram utilizados para embasar os planos do futuro.

Hoje, o Big Data permite que os dados sejam levantados em tempo real e relatórios gerados com insights para que cada decisão tomada tenha embasamento. Assim, as ações do dia a dia se mantêm alinhadas aos objetivos da empresa.

Planejamento estratégico

Um segundo impacto significativo é a possibilidade de planejar de forma cuidadosa os negócios. Com uma avaliação do mercado, a empresa identifica tendências, traça um plano para médio e longo prazos e calcula quais podem ser suas expectativas. Assim, a sinergia entre as áreas é maior.

Melhorias nas operações

Cada setor pode fazer uso próprio dos dados digitais para melhorar suas operações. Tudo depende de um alinhamento com os objetivos gerais da empresa e da implementação de tecnologia para essa finalidade — como mostraremos em detalhes mais à frente.

Aproximação com os clientes

Com smartphones e redes sociais ativos o tempo todo, há formas de coletar dados até mesmo do comportamento dos usuários. Isso significa que sua empresa pode se aproximar dos indivíduos, deixando de tratar clientes como números e criando uma relação humanizada com cada um deles.

Identificação de tendências

Ao utilizar os dados com inteligência corporativa, é possível identificar tendências com mais agilidade. Isso significa que as novas demandas do mercado se tornam rapidamente oportunidades que você pode aproveitar para alcançar novos clientes. Como resultado, sua empresa se mantém sempre um passo à frente da concorrência.

Redução de custos

Os dados digitais permitem que os gestores tenham mais domínio sobre o comportamento de cada setor. O resultado é que os custos operacionais tendem a diminuir. Se a manutenção pode prever falhas, os gastos com ações corretivas é reduzido; se o marketing vislumbra oportunidades com antecedência, suas campanhas são mais eficientes.

Todos esses fatores costumam resultar em benefícios financeiros significativos. E para alcançá-los, é importante fazer bom uso desses dados digitais, como mostraremos a seguir.

O uso inteligente do Big Data

Atuar com Business Intelligence (BI) não significa um esforço humano maior, mas, sim, que os dados devem ser coletados, tratados e transformados em informações relevantes para auxiliar nos processos de gestão. Em outras palavras, é preciso recorrer à inteligência oferecida pela tecnologia para o uso do Big Data.

O primeiro passo é estabelecer quais serão os dados coletados — o que varia de acordo com cada área e atividade. Uma análise do comportamento do consumidor exige certos tipos de dados. As oportunidades de mercado, por sua vez, são identificadas com base, por exemplo, em uma análise da concorrência.

É preciso ter em mente que até mesmo sua empresa gera dados. Os desempenhos operacional e financeiro, por exemplo, devem produzir informações úteis para que a Direção da empresa defina os próximos passos do negócio.

Por isso, como você pode ver, é fundamental iniciar o uso do Big Data com a definição de um recorte dos dados a serem analisados.

A diminuição do churn rate

Quando falamos de desempenho no mercado, a relação com os clientes é um fator de destaque. A eficiência para lidar com o consumidor gera reflexos em todos os seus processos — e os dados podem mostrar isso, a partir de uma análise do churn rate.

Grosso modo, trata-se de uma métrica que faz referência ao volume de receita ou clientes que sua empresa perdeu. Consequentemente, é fundamental que esse índice seja mantido o mais baixo possível.

Em um cenário ideal, é claro, sua empresa deve sempre ganhar mais clientes do que perde, mas manter as relações é uma ação essencial para evitar o desperdício dos esforços do marketing.

Com o Big Data, é possível identificar as demandas atuais do consumidor e melhorar a experiência do usuário com seu produto ou serviço. Isso faz com que sua empresa fortaleça as relações com os clientes atuais, com possibilidades maiores de mantê-los fiéis à marca.

A tecnologia a seu favor

Colocar o Big Data para funcionar exige a implementação de soluções que façam uso inteligente dessa tecnologia. Por isso, é importante identificar as prioridades e adotar um software de análise de Big Data, configurá-lo de acordo com os dados que sua empresa levanta e trabalhar constantemente na sua melhoria.

Com uma solução tecnológica eficiente, o trabalho da equipe de TI passa a ser o de monitorar e otimizar o uso desses dados em parceria com os departamentos beneficiados. O marketing, por exemplo, pode dar insights interessantes sobre o comportamento do consumidor, que farão com que o time de TI levante diferentes dados e o sistema gere informações mais detalhadas e relevantes.

O resultado é um sistema que oferece à empresa uma visão mais precisa do mercado, dos clientes e do próprio desempenho. Os benefícios serão notados rapidamente.

Agora que você já sabe como fazer uso inteligente dos dados digitais com Big Data, inscreva-se na nossa newsletter para receber gratuitamente outros artigos sobre o tema!

Escreva um comentário

CADASTRE-SE PARA FICAR POR
DENTRO DAS NOVIDADES DA POSITIVO.

Share This