A área de TI é uma das carreiras mais dinâmica do mercado, o que impõe aos seus profissionais uma rotina de atualização constante. O problema é que fazer um curso de desenvolvimento de aplicativos, análise de dados ou programação costuma sair caro, especialmente se o certificado for entregue por alguma instituição renomada.

Mas muitos estudantes e recém-chegados ao mercado de trabalho desconhecem que existe uma diversidade incrível de cursos para profissionais de TI ministrados de forma gratuita — e o melhor, com altíssima qualidade.

Que tal estudar em Harvard sem sair do Brasil? E aprender os segredos dos equipamentos Cisco? Continue lendo este texto e descubra que é possível enriquecer seu know-how (e o seu currículo) sem gastar um centavo!

1. Conceitos de básicos de C# para iniciantes

A Microsoft Virtual Academy (MVA) é uma plataforma online de cursos para profissionais de TI. É muito completa, disponibilizando mais de 200 disciplinas abertas não apenas aos graduados na área, mas também ao público geral interessado em tecnologia da informação.

Contando com mais de 3 milhões de membros ao redor do mundo, o portal apresenta cursos em variados níveis de aprendizado, com certificado de conclusão para cada etapa realizada. A introdução ao C# (C Sharp) é bastante disputada.

A C# (C sharp) é uma linguagem de programação criada pela Microsoft, orientada a objetos de propósitos gerais e fortemente tipada. Faz parte do framework .NET e sua sintaxe é inspirada na linguagem C. Vale destacar que todo o sistema usa muito das concepções de Java, o que reforça sua importância ao profissional de TI.

O curso da MVA tem 24 episódios de treinamento em C#, com exemplos práticos de como aplicar essa linguagem na programação de games, ambientes móveis e aplicativos de clientes. Vale a pena conhecer!

2. Introdução à Ciência da Computação

Que tal enriquecer seu currículo com um certificado de Harvard? Nada mal, não? Pois bem, a universidade que figura entre as mais importantes do planeta oferece cursos para profissionais de TI (ou para quem deseja entrar nesse mercado)… tudo inteiramente grátis!

O curso online CS50x (com previsão de entrega de certificado) tem o objetivo de preparar a mente dos alunos para refletir de forma mais algorítmica, ensinando-os a criar soluções criativas e inteligentes para os problemas computacionais. É voltado a graduandos e não graduandos, com ou sem experiência prévia.

Alguns dos tópicos tratados são estrutura de dados, algoritmos, abstração, gerenciamento de recursos e engenharia de software — além, é claro, das linguagens mais relevantes do mercado, como C, JavaScript, CSS e HTML.

3. Arquitetura da Informação e Projetos de Sistemas

Este é apenas um dos quase 20 cursos de TI oferecidos pelo Instituto TIM, centro de ensino fundado em 2013 por uma das maiores operadoras de telefonia celular do mundo, com a intenção de fomentar a pesquisa e a difusão do conhecimento em tecnologia no Brasil.

Na plataforma do instituto, você encontra cursos para profissionais de TI sobre assuntos variados, como “Desenho de Jogos”, “HTML5 – Introdução ao front-end”, “Introdução à Lógica de Programação”, “Edição e Tratamento de Imagens”, “JavaScript: Conceitos e Bibliotecas”, “Programação Android” etc. Nessa extensa lista, o “Arquitetura da Informação e Projetos de Sistemas” merece destaque pela visão sistêmica que oferece sobre a construção de um projeto Web.

Quem trabalha com internet precisa conhecer profundamente o papel de cada um dos profissionais envolvidos no processo de desenvolvimento de aplicativos. Como muito dos desenvolvedores são também empreendedores, eles devem compreender as etapas de prospecção de clientes, formação de orçamento e apresentação de resultados. Esse curso desenvolve todas essas virtudes, sendo indispensável para quem atua na área.

4. Design Thinking Action Lab

Aqui vai outra oportunidade imperdível de ter um certificado de uma das mais importantes universidades do planeta: a norte-americana Stanford University, que já desbancou Harvard no “Top 3” dos centros de ensino superior do mundo. E o melhor é que um dos cursos oferecidos é muito requisitado para quem trabalha com projetos (ou para quem vai chefiar um projeto Web): Design Thinking.

Estamos falando em algo que vai muito além de front-end. O mercado vem exigindo de programadores, gerentes de TI e analistas de sistemas uma visão global sobre todos os processos de inovação. É nesse contexto que o Design Thinking cai como uma luva para os agentes de transformação digital.

Trata-se de uma abordagem que ensina a olhar para a ponta do processo antes de inovar, buscando soluções de problemas de forma coletiva e colaborativa. Passa pelas etapas de:

  • identificar onde localizar brechas para inovar;
  • descobrir oportunidades de inovação;
  • desenvolver a inovação a partir da percepção de valor do cliente;
  • testar ideias (com um MVP – Minimum Viable Product, por exemplo);
  • implementar a solução.

5. Cisco CCNA – Guia para iniciantes

Ok, sua área é a de redes? Quer obter certificações para ser reconhecido no mercado? Não se preocupe, há também uma diversidade enorme de cursos para profissionais de TI desse segmento.

Um deles é destinado a quem quer conhecer mais sobre o nível de certificações da Cisco (principal fabricante de ativos de rede do planeta), compreender como funcionam seus roteadores e switches e aprender a configurar endereços IPs em seus equipamentos.

Se você quer se capacitar para instalar, configurar, operar e solucionar problemas em redes de tamanho médio, o “Cisco CCNA – Guia para iniciantes” é bastante recomendado como orientação primária sobre o tema.

6. Programação em linguagem R

Em uma era em que tanto se fala de Big Data, computação cognitiva e Internet das Coisas (IoT), a linguagem de programação R não pode ficar de fora de seu currículo. Trata-se de uma linguagem e, ao mesmo tempo, de um ambiente integrado para realização de cálculos estatísticos e gráficos.

Apesar de ter sido criada na década de 90, a R ficou popular nos últimos anos por ser a melhor forma de gerar análises reprodutíveis e de altíssima qualidade. Extensível e com uma vasta gama de funcionalidades, a R permite que os desenvolvedores criem seus próprios métodos de análise de dados, o que faz com que essa linguagem seja relevante até mesmo para profissionais fora da área de TI, como biocientistas e estatísticos.

As aulas ministradas pela norte-americana Johns Hopkins University ensinam sobre a história da linguagem R, sua abordagem, métodos de aplicações, como ler dados, acessar pacotes, escrever funções e desenvolver a codificação em R. Ah, e é claro, a análise estatística de dados também faz parte do cronograma desse curso, que é um dos mais interessantes para profissionais de TI oferecidos de graça na web!

Você certamente tem outros contatos da área de tecnologia nas redes sociais, certo? Então compartilhe nosso conteúdo e fortaleça o seu networking! Sucesso e até breve!

1 Comment

Escreva um comentário

CADASTRE-SE PARA FICAR POR
DENTRO DAS NOVIDADES DA POSITIVO.

Share This