Banda Ka, Banda Ku e Banda C: o que é e quais são as diferenças?

Quem acompanha o noticiário relacionado à tecnologia já deve ter percebido que nos últimos meses muito tem se falado sobre novidades de rede chegando ao Brasil. Estamos em processo de estudo e licitação para a implantação do 5G, o que deve ocorrer até 2022.

Porém, ao conferir o noticiário você irá se deparar com alguns termos técnicos com os quais ainda não está familiarizado. É o caso dos modelos de transmissão, que são classificados por frequências de operação (ou bandas). As mais conhecidas são Ka, Ku e C.

O que exatamente isso quer dizer e quais frequências operacionais essas bandas representam? Quais são as diferenças entre elas, as características, as vantagens e desvantagens? Essas e outras dúvidas é o que pretendemos esclarecer neste artigo.

Banda Ka, Banda Ku e Banda C: entenda as diferenças

Os equipamentos usados para comunicação sem fio transmitem informações e dados por meio de uma frequência específica. Essa frequência também é conhecida como banda. Quando falamos da comunicação via satélite, há pelo menos três bandas distintas: Ka, Ku e C.

Frequência das bandas de satélite. Imagem: Portelink.

Banda Ku: o que é?

A Banda Ku é uma frequência utilizada para transmissão de internet via satélite, mais precisamente na transferência de dados entre o satélite e antena. Em termos de frequência, essa faixa opera entre 10.7 GHz e 18 GHz.

Por terem baixo custo de operação, são mais frágeis e estão mais sujeitas a interferências climáticas. Emissoras de TV, radares e a polícia estão entre os mais usam esses recursos.

Banda Ka: o que é?

Já a Banda Ka tem um espectro maior de banda operacional, entre 27 GHz e 40 GHz. Por suas características, essa faixa também está suscetível à degradação de sinal pela própria atmosfera e, por essa razão, ela não é a preferida das empresas de telecomunicação.

Por outro lado, a Banda Ka vem sendo empregada com sucesso no objetivo de levar o sinal de internet a regiões mais distantes. Como a Banda Ku por vezes se mostra congestionada, dado o número maior de usuários, essa passou a ser uma alternativa e está em constante evolução. Os modelos atuais já oferecem qualidade e desempenho muito melhores.

Banda C: o que é?

Tanto os dados analógicos quanto os digitais trafegam pela Banda C, cujo espectro de frequência fica entre 3.7 GHz e 6.425 GHz. Sua principal característica é a estabilidade de sinal, o que faz com que mesmo em condições climáticas adversas o sinal de internet não oscile.

Considerada o extremo oposto da Banda Ku, a Banda C tem elevado custo de implantação em razão do alto preço dos equipamentos. Em contrapartida, a operacionalização é mais acessível. Na prática, é preciso um alto investimento para criação dessas bandas, mas em médio prazo o investimento acaba valendo a pena.

…..

Antenas que recebem o sinal da Banda Ku são menores e mais simples e, portanto, mais baratas. Em contrapartida, pelo fato de o material não ter a melhor qualidade possível o resultado é uma maior incidência de interferências. Porém, aqueles que buscam receptores via satélite que operem nessa faixa podem encontrar várias opções nas lojas brasileiras.

O panorama não deve se modificar muito nos próximos anos. Mesmo com a chegada do 5G, os altos custos de investimento devem fazer com que o Governo Federal e as operadoras optem pelos modelos mais econômicos, ainda que eles não sejam os mais eficientes.

VOCÊ TAMBÈM PODE GOSTAR
Bateria carregada em 3D.

Indicador de saúde da bateria pode chegar ao Android

Mulher contando segredo sobre os mitos da tecnolgia que todo mundo já caiu.

6 mitos sobre tecnologia que muita gente já caiu

Logo do Google Gemini.

Gemini: o que é e como usar a IA do Google

Teclado de um notebook em 3D com uma tecla com um ponto de interrogação, expressando a dúvida entre instalar Linux ou Windows.

Linux ou Windows: compare os recursos dos sistemas para PC

Crianças em uma sala de aula moderna e usando tecnologia.

Como a tecnologia melhora o processo de aprendizagem escolar?

Satélites em órbita ao redor da Terra.

Primeiros satélites que fornecem rede a celulares são lançados pela Starlink

Inscreva-se na nossa

Newsletter


    Ao clicar em “enviar” a Positivo Tecnologia tratará os seus dados de acordo com a Política de Privacidade e Cookies.