Positivo do seu jeito

Positivo do seu jeito

Positivo do seu jeito

5 dicas para você melhorar o Wi-Fi

Melhorar o sinal do Wi-Fi é um pedido recorrente dos usuários em redes sociais e fóruns pela internet. A busca por dicas para melhorar o Wi-Fi retorna uma série de conselhos que parecem simples demais para ser verdade, mas o fato é que boa parte deles funciona.

Ter um sinal de maior intensidade é a melhor maneira de garantir que você poderá jogar seus jogos sem travamentos ou assistir a filmes e séries sem aquelas pausas incômodas no meio da diversão.

Por isso, preparamos uma seleção com cinco das principais dicas para melhorar o sinal de Wi-Fi na sua casa ou no seu escritório. Confira!

®GIPHY

1. Atualize o firmware do roteador

Vamos começar pelo item mais simples. Quanto tempo faz que você não atualiza o firmware do seu roteador?

Se você nem se lembra mais quando foi a última vez ou se já passou mais do que seis meses depois que você fez isso pela última vez, esse é o primeiro passo a ser seguido.

A principal vantagem é que os benefícios são aplicados automaticamente a todos os dispositivos que usam a rede.

Muitas pessoas nunca fizeram isso. O primeiro passo, portanto, é localizar o modelo do seu roteador na internet e acessar diretamente a página do fabricante.

Nela, você verá descrito o passo a passo de como fazer a atualização, algo que varia de modelo para modelo. Alguns aparelhos requerem que você baixe um arquivo em um dispositivo USB e conecte-o ao roteador. Outros permitem que isso seja feito online, de forma mais rápida.

Independentemente do modo de atualização, é importante que o roteador seja mantido atualizado.

2. Atenção ao posicionamento do roteador

Onde está localizado o seu roteador? É comum que as pessoas o deixem sobre um banquinho, em algum canto da sala ou mesmo escondido atrás de outros móveis. Pois saiba que essa pode ser uma das causas da má propagação de sinal. Um roteador funciona com ondas e, em razão disso, obstáculos no meio do caminho, como móveis ou paredes, interferem na sua propagação.

Por isso, a nossa recomendação é que você coloque o roteador em um ponto mais alto no cômodo. Isso permitirá que o sinal se expanda de cima para baixo, cobrindo a área de uma maneira mais eficiente.

® UC RIVERSIDE

Seguindo essa lógica, o centro do ambiente é melhor do que os cantos. Na sua residência, procure posicionar o aparelho no ponto mais central que você conseguir.

Dica: os telefones sem fio e os fornos micro-ondas também têm ondas que podem interferir na qualidade do sinal. Evite, portanto, deixar o roteador perto deles.

3. Reinicie o roteador com frequência

Em linhas gerais, não há nenhum risco para o seu equipamento se ele for mantido ligado ininterruptamente. Entretanto, recomenda-se desligar o roteador caso ele vá ficar sem uso por um longo período. Se você for viajar, por exemplo, retire-o da tomada e deixe para liga-lo apenas na sua volta. Isso pode ajudar a aumentar a vida útil dele.

Outro fator importante: quando um eletrônico é usado de forma constante e sem interrupções ele tende a aquecer – e isso também acontece com os roteadores. A temperatura mais baixa pode ajudar a melhorar a transmissão do sinal.

Assim, prefira sempre um sinal “novo” do que aquele sinal que vai acumulando problemas ao longo dos dias. Não é a toa que muitas problemas com a internet são resolvidos simplesmente reiniciando o modem e o roteador.

4. Escolhendo o melhor canal de conexão

O sinal de Wi-Fi está sujeito a interferências externas, como já mencionamos anteriormente. Porém, a boa notícia é que você pode diminuir esse cruzamento de ondas simplesmente modificando o canal de conexão.

A maioria dos roteadores tem como padrão a definição automática do canal, mas nada impede que você modifique isso manualmente.

®ACRYLIC

Para fazer uma análise da conexão, use aplicativos como o Acrylic Wi-Fi, disponível em versão gratuita para testes. Além de fazer um diagnóstico completo da rede, o software indica quais são os melhores canais para serem utilizados.

Com isso, você escolhe aqueles que estão menos sujeitos a interferências e, por consequência, melhora a intensidade do sinal.

5. Tome cuidado com os ladrões de rede

Você tem certeza absoluta que ninguém mais está usando a sua rede? É comum que mesmo redes que possuam senha sejam acessadas por terceiros que tiveram a “sorte” de saber como se conectar a ela.

Se algum vizinho estiver se aproveitando do sinal, então a sua internet vai ficar um pouco mais lenta – afinal a banda é compartilhada.

Para se proteger desse tipo de situação a recomendação é de aumentar o nível de segurança. Você pode fazer isso configurando um perfil WPA no roteador.

Outras medidas incluem adoção de senhas mais fortes, misturando números e letras, mudança no nome da rede para algo menos convidativo ou bloqueio direto de endereço MAC da placa de rede.

VOCÊ TAMBÈM PODE GOSTAR
mulher assistindo os lançamentos da Netflix e comendo pipoca

Confira os principais lançamentos da Netflix para agosto de 2022

210 imagens de frases para usar no status do WhatsApp

mulher segurando um smartphonee apontando para cima

Como descobrir se alguém tentou desbloquear seu celular? Veja 4 jeitos

bonequinho do Android em frente à uma tela cheia de códigos

Atualização corrige cinco falhas críticas no Android

notebook com ícones de informações pessoais e um ícone maior de cadeado

Como remover informações pessoais da Internet

mulher ouvindo música no Spotify com headphones

Como ouvir música juntos no Spotify

Inscreva-se na nossa

Newsletter