Positivo do seu jeito

Positivo do seu jeito

Positivo do seu jeito

Conheça a história do homem que inventou a tecla ESC

Pode até ser que hoje em dia você consiga viver sem a tecla ESC do seu computador, mas é bem provável que em muitos momentos você já a tenha utilizado. A história da tecla ESC é bastante curiosa e o seu criador foi descoberto pelo jornal The New York Times.

Segundo o periódico norte-americano, a tecla nasceu em 1960, pelas mãos do programador Bob Bemer.

® GOOGLE – BOB BEMER

Na época, ele tinha um problema para resolver: computadores de fabricantes diferentes usavam também códigos diferentes e, por isso, a comunicação entre as máquinas era difícil. A tecla ESC, uma simplificação da palavra “Escape” (que significa “escapar”, em português), surgiu para isso.

®GIPHY

A ideia era que os programadores pudessem alternar entre um código e outro com mais rapidez e assim o problema foi resolvido. Com o passar do tempo, no entanto, os códigos foram unificados e o objetivo original da tecla ESC deixou de ter valor. Assim, os sistemas adotaram uma outra função para ela: a de interromper o que o PC estiver fazendo.

Tecla ESC caindo em desuso?

Nos anos 90 e 2000, muitas das aplicações do Windows usavam a tecla ESC como a “porta de saída” de um aplicativo. Se você estivesse executando um jogo, por exemplo, pressionar a tecla ESC faria com que o sistema voltasse para a Área de Trabalho. Se você observar, mesmo as aplicações usadas hoje em dia ainda são compatíveis com esse comando.

No entanto, outros comandos que vieram depois acabaram se tornando mais populares, fazendo com que a tecla ESC caísse em desuso. Por exemplo, a combinação CTRL + SHIFT + ESC é usada para abrir o Gerenciador de Tarefas, mas muitos preferem o CTRL + ALT + DEL, que faz a mesma coisa.

Além disso, os computadores de antigamente costumavam apresentar muito mais problemas, com softwares sendo interrompidos a todo momento por conta de algum erro de código. Nessas ocasiões, a tecla ESC era a solução perfeita para dizer ao computador: “pare imediatamente o que você está fazendo”.

Assim como a tecla ESC, que outras teclas vão morrer?

Se há cerca de 20 anos alguém dissesse a você que chegaria um dia em que os dispositivos de informática sem um teclado físico seriam maioria, é bem provável que fosse taxado como um lunático. No entanto, nas duas últimas décadas a maneira como nos relacionamos com a tecnologia mudou consideravelmente.

Chegaram os smartphones, com os seus teclados virtuais, e até mesmo os dispositivos que aceitam comandos de voz. Em outras palavras, muitas teclas foram perdendo as suas funções originais, como a NumLock, a SysRq e a Scroll Lock. Em alguns teclados mais modernos, elas sequer existem, tamanha é a “inutilidade” delas no cotidiano dos usuários.

Resta saber se, depois de resistir a quase seis décadas de vida, a tecla ESC continuará sendo uma peça importante nos computadores do futuro. Nos teclados virtuais dos smartphones, por exemplo, ela já deixou de existir. Será que é uma questão de tempo até que não tenhamos mais essa tecla em nossos teclados?

Fonte(s): The New York Times

VOCÊ TAMBÈM PODE GOSTAR
mulher assistindo os lançamentos da Netflix e comendo pipoca

Confira os principais lançamentos da Netflix para agosto de 2022

210 imagens de frases para usar no status do WhatsApp

mulher segurando um smartphonee apontando para cima

Como descobrir se alguém tentou desbloquear seu celular? Veja 4 jeitos

bonequinho do Android em frente à uma tela cheia de códigos

Atualização corrige cinco falhas críticas no Android

notebook com ícones de informações pessoais e um ícone maior de cadeado

Como remover informações pessoais da Internet

mulher ouvindo música no Spotify com headphones

Como ouvir música juntos no Spotify

Inscreva-se na nossa

Newsletter