Recorde: SSD com a maior capacidade de armazenamento do mundo é revelado

Se você tivesse 20 mil filmes armazenados no seu computador, quanto tempo levaria para assistir a todos eles? Levando em consideração uma média de 2 horas para cada um, seriam necessárias 40 mil horas ou 4,5 anos ininterruptos para ver tudo. Muita coisa, não é mesmo? Pois é essa a capacidade do maior SSD do mundo, anunciado recentemente pela companhia norte-americana Nimbus Data.

®GIPHY

O novo SSD é o ExaDrive DC100, dispositivo com capacidade de armazenar nada menos do que 100 TeraBytes de informações. Você não leu errado, 100 TB! O componente, no entanto, é voltado para uso empresarial, mas nada impede que qualquer pessoa tente adquirir um desses assim que ele estiver à venda – o que deve acontecer no segundo semestre deste ano.

Outras especificações técnicas

O ExaDrive DC100 chama a atenção pelo fato de ser do mesmo tamanho de um HD comum: 3,5 polegadas – e não 2,5 polegadas como a maioria dos SSDs. Ele traz uma interface tradicional SATA III e sua taxa de transferência chega a excelentes 6 GB/s. Existe a possibilidade de lançamento de um modelo com a interface SAS, mas ele não foi confirmado até o momento.

®NIMBUS DATA

Ainda segundo a Nimbus Data, o SSD atinge velocidades de leitura e gravação de até 500 MB/s. Utilizando módulos de memória NAND 3D MLC, o dispositivo tem um sistema de organização dos chips que os deixa espalhados e não lado a lado, como acontece geralmente. Além disso, cada célula consegue armazenar no mínimo dois bits. A esse recurso dá-se o nome de MLC (Multi-Level Cell).

Esse tipo de componente é voltado para o uso em grandes servidores que tenham como prioridade alta capacidade de armazenamento e baixo consumo de energia. O ExaDrive DC100 consome apenas 14W quando em operação total e meros 10W em stand-by.

Quanto custaria um SSD como esse?

A Nimbus Data ainda não divulgou o preço final do seu SSD, mas ao que tudo indica ele custará bem caro. A conta que se faz hoje é a de um custo médio entre US$ 0,50 e US$ 0,90 por GB. Nesse caso, falamos de um dispositivo que pode custar entre US$ 50 mil e US$ 90 mil – um valor equivalente a algo entre R$ 165 mil e R$ 297 mil. Ou seja, viável apenas para grandes corporações. A não ser que você queira comprar um SSD no lugar de uma casa ou apartamento.

Além desta versão, que se torna a recordista mundial em capacidade de armazenamento, a empresa também garantiu o segundo lugar nessa competição com o anúncio de um modelo com capacidade para 50 TB. O recorde anterior era de apenas 30 TB – o novo dispositivo, portanto, supera em mais de três vezes essa capacidade.

“O lançamento de um SSD com essa capacidade e que seja compatível com os formatos padrão de HD e SSD existentes no mercado abre a oportunidade para turbinar as plataformas de big data com confiabilidade, reduzindo o número de dispositivos necessários e aumentando mobilidade de dados”, destaca Eric Burgener, vice-presidente de armazenamento na IDC.

Fonte(s): Nimbus Data

VOCÊ TAMBÈM PODE GOSTAR
Vários teclados em uma lixeira.

Como descartar lixo eletrônico corretamente?

Mulher trabalhando no modelo home office na sala de sua casa.

Como escolher os equipamentos para home office?

lente de aumento sobre o título Google Tradutor aberto em um navegador da internet

10 truques do Google Tradutor que vão facilitar a sua vida

Mulher no banco de trás de um carro com o seu cachorro usando o novo serviço Uber Pet.

Uber Pet: descubra como usar para transportar seu animal de estimação

mulher tirando foto pelo smartphone

26 dicas para tirar boas fotos com o celular

Garota pensando na redação do ENEM segurando um caderno e olhando para cima com um lápis apoiado no queixo.

15 dicas para você tirar nota 1000 na redação Enem em 2024

Inscreva-se na nossa

Newsletter


    Ao clicar em “enviar” a Positivo Tecnologia tratará os seus dados de acordo com a Política de Privacidade e Cookies.