Positivo do seu jeito

Positivo do seu jeito

Positivo do seu jeito

Recorde: SSD com a maior capacidade de armazenamento do mundo é revelado

Se você tivesse 20 mil filmes armazenados no seu computador, quanto tempo levaria para assistir a todos eles? Levando em consideração uma média de 2 horas para cada um, seriam necessárias 40 mil horas ou 4,5 anos ininterruptos para ver tudo. Muita coisa, não é mesmo? Pois é essa a capacidade do maior SSD do mundo, anunciado recentemente pela companhia norte-americana Nimbus Data.

®GIPHY

O novo SSD é o ExaDrive DC100, dispositivo com capacidade de armazenar nada menos do que 100 TeraBytes de informações. Você não leu errado, 100 TB! O componente, no entanto, é voltado para uso empresarial, mas nada impede que qualquer pessoa tente adquirir um desses assim que ele estiver à venda – o que deve acontecer no segundo semestre deste ano.

Outras especificações técnicas

O ExaDrive DC100 chama a atenção pelo fato de ser do mesmo tamanho de um HD comum: 3,5 polegadas – e não 2,5 polegadas como a maioria dos SSDs. Ele traz uma interface tradicional SATA III e sua taxa de transferência chega a excelentes 6 GB/s. Existe a possibilidade de lançamento de um modelo com a interface SAS, mas ele não foi confirmado até o momento.

®NIMBUS DATA

Ainda segundo a Nimbus Data, o SSD atinge velocidades de leitura e gravação de até 500 MB/s. Utilizando módulos de memória NAND 3D MLC, o dispositivo tem um sistema de organização dos chips que os deixa espalhados e não lado a lado, como acontece geralmente. Além disso, cada célula consegue armazenar no mínimo dois bits. A esse recurso dá-se o nome de MLC (Multi-Level Cell).

Esse tipo de componente é voltado para o uso em grandes servidores que tenham como prioridade alta capacidade de armazenamento e baixo consumo de energia. O ExaDrive DC100 consome apenas 14W quando em operação total e meros 10W em stand-by.

Quanto custaria um SSD como esse?

A Nimbus Data ainda não divulgou o preço final do seu SSD, mas ao que tudo indica ele custará bem caro. A conta que se faz hoje é a de um custo médio entre US$ 0,50 e US$ 0,90 por GB. Nesse caso, falamos de um dispositivo que pode custar entre US$ 50 mil e US$ 90 mil – um valor equivalente a algo entre R$ 165 mil e R$ 297 mil. Ou seja, viável apenas para grandes corporações. A não ser que você queira comprar um SSD no lugar de uma casa ou apartamento.

Além desta versão, que se torna a recordista mundial em capacidade de armazenamento, a empresa também garantiu o segundo lugar nessa competição com o anúncio de um modelo com capacidade para 50 TB. O recorde anterior era de apenas 30 TB – o novo dispositivo, portanto, supera em mais de três vezes essa capacidade.

“O lançamento de um SSD com essa capacidade e que seja compatível com os formatos padrão de HD e SSD existentes no mercado abre a oportunidade para turbinar as plataformas de big data com confiabilidade, reduzindo o número de dispositivos necessários e aumentando mobilidade de dados”, destaca Eric Burgener, vice-presidente de armazenamento na IDC.

Fonte(s): Nimbus Data

VOCÊ TAMBÈM PODE GOSTAR
É hora de repensar o aprendizado

É hora de repensar o aprendizado

lancamentos-netflix-janeiro-2022

Veja os principais lançamentos da Netflix para janeiro de 2022

O mercado de Instituições Públicas potencializa os negócios de empresas de tecnologia

lancamentos-netflix-dezembro-2021

Veja os principais lançamentos da Netflix para dezembro de 2021

instagram-como-baixar-stories

Instagram: como baixar Stories de outras pessoas no PC

atalhos-windows-11

Windows 11: todos atalhos do teclado que você precisa conhecer

Inscreva-se na nossa

Newsletter