Quando se fala no que uma empresa precisa fazer para crescer, conquistar espaço no mercado e se manter competitiva nos próximos anos, especialistas apontam ações urgentes: inovação e a correta gestão dessa inovação são algumas delas. Porém, para que isso aconteça, é essencial que a organização tenha uma cultura que aceite mudanças, entende que o risco é inevitável e fomente a construção de um ambiente de trabalho colaborativo.

No entanto, transformar essa necessidade em realidade ainda é um desafio para a maioria das empresas. É por isso que resolvemos tratar desse tema neste artigo, em que vamos falar dos benefícios de sua implementação e oferecer algumas dicas para criar esse tipo de comportamento.

Se você entende que a sua empresa — ou qualquer outra — precisa transformar a própria cultura para inovar e se destacar, continue a leitura!

Benefícios da construção de um ambiente de trabalho colaborativo

As empresas que conseguiram implementar um ambiente colaborativo tendem a notar benefícios no curto e longo prazos. Fizemos uma seleção dos principais. Confira!

Satisfação dos colaboradores

Onde não há colaboração, há isolamento e até competição. Essas situações aceleram o desgaste dos trabalhadores, principalmente no aspecto emocional. A mudança nessa cultura cria um ambiente mais agradável, no qual as pessoas se sentem acolhidas e estimuladas. Como consequência, a satisfação aumenta a produtividade.

Inovação

Ambientes colaborativos são mais propensos ao brainstorming. Assim, a “faísca” iniciada pela ideia incompleta de um colaborador encontra “combustível” para se tornar um grande projeto. As pessoas contribuem com outros pontos de vista, acrescentam conhecimentos e viabilizam soluções.

Atração e retenção de talentos

Os millennials — geração formada por pessoas nascidas por volta de 1980 a 1990 — conquistam um espaço cada vez maior e são responsáveis por muitas das demandas de mercado atuais, não querem apenas salários e cargos. Eles anseiam pela verdadeira realização profissional e por um espaço de trabalho estimulante e que proporciona qualidade de vida.

Um ambiente colaborativo tem esses componentes. Nele, as pessoas são aceitas e incentivadas a desenvolverem plenamente seu potencial. Ao eliminar a competição, o local se torna muito mais saudável para trabalho e convívio.

Empreendedorismo

Além dos empreendedores que criam o próprio negócio, as companhias precisam de colaboradores com mentalidade empreendedora. Desenvolver essa característica é muito mais fácil em ambientes de trabalho colaborativos.

Quando a companhia consegue fomentar esse pensamento empreendedor, a possibilidade de que seus funcionários se tornam aptos a pensar em novas soluções aumenta. O resultado é a criação de diferenciais competitivos relevantes, que colocam a organização à frente no mercado.

Como construir um ambiente de trabalho colaborativo e inovador

Depois de conhecer alguns dos principais benefícios do trabalho colaborativo, provavelmente você percebeu que é hora de remodelar a sua cultura organizacional. Por isso, trouxemos algumas dicas de especialistas para ajudá-lo a implementar essas mudanças.

Valorize as diferenças

Projetos grandes e ousados exigem determinadas competências que são mais valorizadas. Existem pessoas que são ótimas para planejar, mas precisam de ajuda para executar. Da mesma forma, alguns colaboradores têm uma aptidão maior para enxergar o quadro geral, enquanto outros são hábeis para perceber e lidar com detalhes.

Por isso, um time excelente e inovador precisa atrair profissionais com perfis e habilidades diferentes. Antes de contratá-los, é necessário detectar os pontos fracos da equipe para preencher essas lacunas com a captação de pessoas com características complementares.

Inspire objetivos comuns

Equipes de alta performance são aquelas que usam atributos pessoais e qualificações diferentes em prol de um objetivo comum. Por isso, a liderança precisa inspirar seus colaboradores com propósitos nobres e metas ousadas, mas praticáveis. Assim, será possível engajar o time e despertar o desejo de cooperação.

Ofereça espaços diferenciados

Nem sempre um espaço monótono e muito convencional contribui para despertar a criatividade e, consequentemente, a inovação. Sendo assim, é importante que as empresas ofereçam locais diferenciados, inclusive destinados a atividades diversas.

Além da decoração do ambiente, uma boa prática é disponibilizar mobília que estimule a interação e a troca de ideias. Sofás e poltronas, além de confortáveis, facilitam conversas produtivas. Estímulos visuais despertam a mente e a criatividade. Quadros brancos permitem registrar pensamentos e esquematizar soluções.

Portanto, se você quer que os pensamentos dos colaboradores não fiquem presos ao óbvio, faça isso também com os seus espaços de trabalho.

Proporcione estímulos à confiança

A inovação sempre envolve algum tipo de risco. Nem todos os projetos que parecem promissores geram produtos relevantes. Mas há o outro lado: ideias aparentemente simplórias podem explorar oportunidades de mercado interessantes.

Para chegar a qualquer um desses resultados, os colaboradores precisam se arriscar. No entanto, eles só farão isso em um ambiente pautado pela confiança, onde sabem que seus esforços serão valorizados e o processo não só terá apoio, mas será aperfeiçoado pelas contribuições da equipe.

Aposte no desenvolvimento de pessoas

As grandes ideias não surgem do nada. Elas são a reelaboração de conhecimentos prévios, adquiridos por meio da observação ou de iniciativas intencionais de aprendizagem. Portanto, a empresa que quer inovar precisa investir no desenvolvimento das pessoas

Cursos, treinamentos, seminários, projetos de mentoria, participação em conferências e eventos: todas essas situações são oportunidades para construir conhecimento e, posteriormente, gerar insights relevantes.

Invista em tecnologia colaborativa

A colaboração envolve a troca de ideias e conhecimentos, além da possibilidade de agregar contribuições. Ela não flui quando as pessoas enfrentam constantemente obstáculos à comunicação ou dificuldades de acesso à informação.

Por esse motivo, é fundamental investir em ferramentas que facilitem o trabalho colaborativo. Existem plataformas que favorecem esse processo e que ajudam as equipes a centralizarem informações importantes em um único local.

Esse tipo de plataforma ajuda cada membro a desempenhar suas tarefas, a se apropriar dos passos anteriores referentes ao projeto para dar sequência com sua contribuição e, por fim, compartilhar os resultados.

Implemente um ciclo de feedback

Liberdade é essencial para a inovação. Dificilmente, um colaborador consegue ser criativo ou mesmo chegar ao nível da disruptura em um ambiente engessado.

Porém, isso não significa que as características de um líder devam se restringir à delegação de tarefas em projetos. Ele precisa acompanhar o andamento das atividades, identificar dificuldades que a equipe enfrenta e prover orientações ou recursos para que as metas sejam alcançadas.

Nesse processo, o feedback é fundamental. O líder pode atuar como um verdadeiro mentor, ajudando o colaborador a avaliar a forma com que ele trabalha, verificar em que pontos é possível ter uma atuação melhor e enxergar novos caminhos.

Dessa forma, o líder trabalha para ter uma equipe cada vez mais desenvolvida. Como consequência, sua performance e capacidade de inovar melhorarão sempre que houver um novo projeto, preparando a empresa para se destacar no mercado volátil da atualidade.

Entendeu como é possível criar um ambiente de trabalho colaborativo que favorece a inovação? Quer ter acesso a outros conteúdos relevantes para a gestão do seu negócio? Assine a nossa newsletter e receba as atualizações do blog diretamente em seu e-mail. Inscreva-se agora mesmo!

Escreva um comentário

CADASTRE-SE PARA FICAR POR
DENTRO DAS NOVIDADES DA POSITIVO.

Share This