Positivo do seu jeito

Dicas

Como apoiar os estudos do seu filho no período de home school?

20 de Abril de 2020

por: MKT Positivo

Da noite para o dia, a rotina de pais e alunos mudou completamente. A pandemia de coronavírus cancelou as aulas presenciais na maior parte do Brasil e muitas instituições de ensino decidiram migrar para o formato home school durante esse período.

Porém, essa é uma novidade para a maioria dos estudantes. Tanto os pais quanto as crianças e adolescentes não estão acostumados com esse formato de aulas e é natural que muitas dúvidas surjam nesse momento.

Nesse cenário, o papel dos pais passa a ser ainda mais importante: eles passam a ser a principal referência dos filhos para tirar dúvidas ou mesmo para encontrar formas eficientes de se organizar.

Por isso, listamos aqui algumas dicas para que você possa apoiar os estudos do seu filho nesse período de home school.

1. Ajude-o a estabelecer uma rotina

O estudo em casa pressupõe uma flexibilidade maior em relação à sala de aula. No entanto, a organização é fundamental para que os resultados sejam os melhores possíveis.

Seu filho deve ter uma rotina clara estabelecida. Se ele frequentava as aulas de manhã, por exemplo, mantenha o horário para as atividades em casa.

Nesse exemplo, ele precisa acordar no mesmo horário, tomar café e se vestir com outra roupa que não seja o pijama para assistir às aulas. Manter essa rotina ajuda o cérebro a entender que, mesmo sem sair de casa, falamos de dois momentos distintos durante o dia.

Dê privacidade para que ele acompanhe as aulas, mas fique de olho para que as distrações não prejudiquem o ensino.

2. Interaja nos trabalhos escolares

Sem a figura presencial do professor, é natural que os alunos procurem nos pais muitas das respostas para as dúvidas que surgirão.

Nesse momento, mais do que nunca os pais devem estar à disposição para acompanhar os trabalhos escolares e até mesmo sugerir complementos que possam enriquecer o aprendizado.

Por exemplo: se o seu filho está fazendo um trabalho de história, a internet pode ser um ótimo lugar para ilustrar aspectos do período em questão. Muitos museus oferecem tours virtuais, o que permite ao visitante vivenciar aspectos que estão descritos nos livros.

Os museus Louvre, Vaticano e Hermitage são ótimos exemplos para serem visitados.

3. Estimule a criatividade

A partir do momento que os pais tomam ciência do conteúdo que os alunos estão aprendendo, é possível elaborar atividades extras que tenham conexão direta com os temas debatidos em sala de aula. Aproveite as aulas de desenho para explorar as formas geométricas e o pensamento espacial: seu filho pode desenhar a planta da casa, por exemplo.

Outra maneira de criar conexões entre o conteúdo debatido nas aulas e os momentos de lazer é recorrendo a filmes que possam ser assistidos em família.

Já os livros podem servir como um ótimo suporte para tirar dúvidas de língua portuguesa. Utilize exemplos do seu cotidiano para enriquecer o aprendizado dos seus filhos.

4. Deixe a criança brincar

No primeiro tópico, falamos sobre a importância de estabelecer uma rotina para os estudos. Porém, seus filhos também precisam ter espaço para brincar da maneira que for mais conveniente para eles. Uma rotina completamente engessada pode contribuir para que eles fiquem mais estressados por não poderem sair.

Deixe um período do dia livre para que eles possam se dedicar às brincadeiras que quiserem, como o video game ou os jogos de tabuleiro.

Tenha em mente que nem todas as atividades precisam ser educativas e a liberdade para a criança descobrir as coisas que gosta de fazer é tão importante quanto as regras de convivência e organização.

5. Estimule o movimento

Infelizmente, esse é um momento em que as brincadeiras ao ar livre estão suspensas. A recomendação da Organização Mundial de Saúde é para que pais e filhos fiquem em casa e só saiam em casos essenciais. Em contrapartida, a prática de exercícios continua sendo uma recomendação que deve ser seguida.

Mesmo dentro de casa, seus filhos devem ser estimulados a se movimentarem. Práticas corporais, como dança, mímica e outros exercícios devem estar presentes na rotina deles.

Não deixe que eles passem o dia todo sentados ou brincando em apenas um canto da casa. É saudável que eles possam se exercitar de diversas formas ao longo do dia.

***

Estar preparado para o ensino a distância é uma necessidade cada vez mais recorrente para alunos e professores. Ter um PC atualizado e adequado para acesso à internet e o uso de softwares com melhor desempenho é fundamental para obter produtividade e melhores resultados. Invista na sua qualificação e garanta mais agilidade nas suas aulas.