Positivo do seu jeito

Positivo do seu jeito

Positivo do seu jeito

Google Mars: explore o visual de Marte utilizando imagens de satélite

Passear por diversas localidades do mundo é uma atividade bastante divertida de se fazer pelo Google Maps. Cidades distantes e países desconhecidos ficam muito mais próximos quando temos a oportunidade de andar pelas ruas ainda que seja de forma virtual.

E que tal se você tivesse a oportunidade de visitar outro planeta nos mesmos moldes? Essa é a proposta do Google Mars, um projeto desenvolvido pelo Google em parceria com a NASA, a Agência Espacial Norte-Americana, e pesquisadores da Universidade Estadual do Arizona, nos Estados Unidos.
Embora o serviço esteja disponível apenas em inglês, ele conta com uma interface bastante intuitiva e fica fácil localizar alguns pontos relevantes e curiosos do solo do Planeta Vermelho. Vamos conhecer como funciona esse serviço?

Google Mars: como navegar pelo solo de Marte?

O Google Mars é um serviço online que pode ser acessado gratuitamente por meio deste link. Embora esteja disponível para visualização a partir de qualquer navegador, você poderá obter resultados melhores utilizando o Google Chrome na versão para PC. É possível acessar o Mars também pelo celular, mas há algumas limitações.
Ao acessar o mapa, estão disponíveis três formas de visualização:

  • – Elevation: que mostra o mapa colorido a partir das características de relevo;
  • – Visible: que mostra o mapa a partir de imagens capturadas por satélite;
  • – Infrared: que mostra com destaque algumas áreas que já foram mais exploradas.

No modo Elevation, o mapa mostra os dados coletados pelo Mars Orbiter Laser Altimeter (MOLA). Para obter esses dados, esse dispositivo operou em Marte entre setembro de 1997 e novembro de 2006.
Além das formas de visualização, é possível explorar áreas específicas do mapa que já tenham sido catalogadas por pesquisadores. Essas áreas estão subdivididas em categorias. As opções são as seguintes:

  • – Regions (regiões);
  • – Spacecraft (naves que já pousaram na superfície do planeta);
  • – Stories (regiões sobre as quais há artigos descritivos do local);
  • – Mountains (montanhas);
  • – Canyons (cânions);
  • – Dunes (dunas);
  • – Plains (planícies);
  • – Ridges (picos);
  • – Craters (crateras).

Basta selecionar uma das categorias e clicar nos pontos correspondentes no mapa para ter acesso a um quadro com mais informações sobre o local. São indicadas ainda informações como a data em que a imagem foi capturada e a localização e graus. Em muitos casos há artigos correspondentes (em inglês) para que você possa obter mais informações.
Ferramentas de zoom, para ampliar ou reduzir a visualização de qualquer área, estão disponíveis. É possível ainda gerar URL para pontos específicos do mapa, o que facilita o compartilhamento de informações.
Vale lembrar ainda que, diferentemente do que acontece com o planeta Terra, no caso de Marte a visualização ainda é limitada a uma pequena área já explorada por meio de fotos e vídeos. Alguns pontos do mapa têm imagens de melhor qualidade do que outros, mas em um geral é possível visualizar em alta resolução boa parte dos pontos apresentados.

VOCÊ TAMBÈM PODE GOSTAR
foto-do-sol-em-altissima-qualidade-divulgada-pela-ESA

Agência Espacial Europeia divulga foto do Sol em altíssima qualidade

logotipo-3d-do-instagram-em-fundo-roxo

Instagram: 4 apps para baixar vídeos da rede social

familia-assistindo-lancamentos-da-netflix

Veja os principais lançamentos da Netflix para maio de 2022

celular-com-tiktok-aberto-em-cima-de-teclado-de-computador

5 recursos escondidos do TikTok que você não conhecia

mulher-sentada-com-notebook-no-colo-se-inscrevendo-para-o-bbb23

BBB23: como se inscrever para participar do reality show

icone-do-app-google-fotos-no-menu-do-celular

Google Fotos: como apagar arquivos na Lixeira

Inscreva-se na nossa

Newsletter