Positivo do seu jeito

Dicas

Como descobrir se um e-mail ou senha já vazou na internet?

6 de outubro de 2018

por: MKT Positivo

Você saberia como descobrir se uma senha sua já vazou na internet? Muitas vezes, sites de grandes empresas ou de serviços conhecidos acabam sendo vítimas de ataques de hackers e pessoas mal-intencionadas, que exploram brechas de segurança.

Entretanto, quando lemos aquelas notícias relacionadas a “vazamentos em massa” de e-mails e senhas, ainda assim torcemos para que o nosso nome não esteja na lista. Por não ter uma ferramenta específica para essa finalidade, fica quase impossível de saber se estamos em risco ou não e, por isso, sempre é recomendado trocar as senhas a cada três meses.

Contudo, desde o final do ano passado, um serviço pode auxiliá-lo bastante nessa tarefa.

®GIPHY

Minha Senha: checando se está tudo bem

Antes da Black Friday de 2017, entrou no ar um serviço chamado Minha Senha. Tudo o que você precisa fazer é acessar o site e digitar o endereço de e-mail que deseja verificar. O serviço faz uma busca em um banco de dados com mais de dois bilhões de contas que já foram comprometidas em algum momento e informa se há algo de errado ou não com o endereço em questão.

A ideia é que os usuários descubram quais senhas precisam ser trocadas com urgência, minimizando as chances de fraudes. A empresa responsável pelo serviço atende 15 das 20 maiores empresas do varejo brasileiro, de forma que pode ser considerada bastante confiável na verificação de eventuais exposições indevidas dos seus dados.

Outra grande vantagem é que, mediante sua autorização, o Minha Senha fica responsável por avisar você caso algo de errado aconteça. A comunicação é feita diretamente por e-mail, o que torna o processo mais seguro, uma vez que somente o dono do endereço terá acesso às informações.

Vale lembrar que podem existir casos de “falsos positivos”. Por exemplo, se um e-mail informado foi comprometido no passado, mas posteriormente a senha já foi trocada, então isso significa que o perigo passou. Contudo, se não tiver certeza de quando ocorreu a última troca de senha, providencie a troca imediatamente para minimizar os riscos.

Caso você não queira deixar o seu e-mail cadastrado na base de dados para receber informações em caso de vazamentos, recomendamos que você acesse a plataforma pelo menos uma vez por mês para evitar problemas.

Vazamentos são mais comuns do que você imagina

Infelizmente, mesmo os grandes aplicativos estão sujeitos a vazamentos de informação. Serviços como LinkedIn e Spotify, além da Adobe, já tiveram em algum momento os seus sistemas invadidos e algumas contas acabaram indo parar em fóruns da internet. A ação para evitar maiores transtornos foi rápida, mas ainda assim o risco permanece.

Uma vez que alguém mal-intencionado tenha a posse dos seus dados, ele pode acessar sites que não tenham sistemas de verificação tão eficientes e modificar as suas informações ou até mesmo fazer compras usando seus dados bancários. Cancelar essas compras posteriormente vai gerar uma grande dor de cabeça, implicando muitas vezes em prejuízos irreparáveis.

CADASTRE-SE PARA FICAR POR
DENTRO DAS NOVIDADES DA POSITIVO.