Positivo do seu jeito

Positivo do seu jeito

Positivo do seu jeito

Explorador de Carreiras: conheça a nova ferramenta do LinkedIn para você encontrar um emprego

A rede social LinkedIn continua sendo uma ótima alternativa para encontrar vagas de emprego em muitas áreas. A ferramenta hoje pertence à Microsoft e constantemente novas ferramentas são adicionadas para facilitar a vida dos usuários.

A mais recente delas foi anunciada no início de novembro. Trata-se do Explorador de Carreiras, um recurso que pretende mostrar aos candidatos não só as vagas que se encaixam no perfil, mas também dicas sobre quais qualificações são mais requisitadas pelas empresas.

Em busca das habilidades demandadas pelo mercado

A ideia é simples. Em primeiro lugar, os desenvolvedores pedem para que os usuários preencham o maior número possível de campos do perfil. Quanto mais completas estiverem as informações, maiores são os subsídios para que o algoritmo possa cruzar os dados para exibir vagas mais adequadas às suas habilidades.

O que a rede social faz hoje é cruzar os dados dos currículos com as vagas disponíveis para apresentar as oportunidades nas quais você têm alguma chance. A novidade é que esse cruzamento de dados passará a ser proativo.

Em outras palavras, mesmo que o seu perfil não se enquadre em uma vaga, o LinkedIn apresentará essa alternativa, mas ressaltando quais são as qualificações que faltam para que você preencha os requisitos solicitados pelo mercado. Trata-se de uma oportunidade de reconhecer quais habilidades estão em alta e que, se desenvolvidas, podem dar ao candidato mais chances.

“Nesse ambiente, o aprendizado contínuo e o investimento em novas habilidades são realmente essenciais para quem procura emprego, a fim de recuperá-lo”, afirma Karin Kimbrough, economista-chefe do LinkedIn.

Cursos de aprendizagem online como forma de capacitação

A partir dessas informações o LinkedIn também oferecerá auxílio aos candidatos para que eles se preparem para entrevistas de emprego. Vídeos com perguntas comuns feitas em processos seletivos estão entre as alternativas que serão disponibilizadas gratuitamente em breve na plataforma.

A decisão de incluir uma ferramenta como essa se deve muito à pandemia de coronavírus. Segundo a Microsoft, pelo menos 250 milhões de empregos devem ser perdidos em 2020 em razão da retração da economia em todo o mundo. A estimativa é que 1,6 bilhão de pessoas estejam com seus trabalhos em risco, de acordo com dados da Organização Internacional do Trabalho.

Apesar da situação estar longe de ser a ideal, o LinkedIn afirma que a situação vem melhorando gradativamente, mas ainda em um ritmo lento. A expectativa é que o cenário só volte ao normal, ou seja, ao patamar de antes da pandemia, depois que uma vacina estiver disponível de forma ampla e irrestrita.

Por fim, o LinkedIn afirmou ainda que no último trimestre pelo menos 15 milhões de pessoas ingressaram na plataforma. As estatísticas da rede indicam que a cada minuto três membros do LinkedIn são contratados. Apesar disso, o número de vagas perdidas ainda é alto: para se ter uma ideia, atualmente há 14 milhões de postos de trabalho anunciados disponíveis em todo o mundo.

Áreas como programação, marketing digital, finanças e análise de dados são as que mais oferecem oportunidades na plataforma.

VOCÊ TAMBÈM PODE GOSTAR
lancamentos-netflix-junho-2022

Veja os principais lançamentos da Netflix para junho de 2022

celular com logo do corinthians em cima da mesa

Universo SCCP: conheça o novo app oficial do Corinthians com benefícios para torcedores

menina gamer gravando tela do pc

Windows 11: como gravar a tela do PC de forma simples

lupa apontando para o logo do google representando pesquisa

Você poderá fazer buscas no Google de coisas que não sabe como descrever

planeta AB Aur B

Exoplaneta 9 vezes maior do que Júpiter é descoberto

mulher-sentada-em-escada-usando-wifi-nos-postes

Rio de Janeiro terá postes com Wi-Fi 6E

Inscreva-se na nossa

Newsletter