Quanto o YouTube paga por visualização de vídeo? Descubra!

Muitas pessoas adotaram o YouTube como profissão. Produzir conteúdos para um canal e ser remunerado por isso é o desejo de diversas pessoas que iniciam um projeto na principal rede de vídeos do mundo. Porém, quanto o YouTube paga por visualização?

Antes de tudo saiba que não existe uma resposta exata para essa pergunta. O cálculo do valor de uma visualização leva em consideração diversos fatores como o tipo de conteúdo, a duração do vídeo e o perfil do público que o assiste. Dessa forma, um vídeo com o mesmo número de visualizações do que outro pode valer mais ou menos, dependendo dos parâmetros analisados.

Quanto o YouTube paga por visualização de vídeo?

Os criadores de conteúdo que publicam vídeos no YouTube fazem parte do Programa de Parceiros do YouTube. Ele permite a monetização dos vídeos em troca da exibição de anúncios. Porém, a simples exibição de um anúncio não gera automaticamente dinheiro – é preciso obter também volume.

Para isso, há uma métrica chamada CPM, que pode ser traduzida como “custo por mil”. Em outras palavras, a cada mil visualizações o proprietário do canal recebe o valor médio indicado. E é justamente aí que as diferenças aparecem: como muitos fatores são levados em consideração, o CPM pode variar bastante.

Uma reportagem publicada pelo site Business Insider, que conversou com 22 youtubers, dividiu em três categorias as faixas de pagamento:

  • – 1.000 visualizações – entre US$ 2 e US$ 31
  • – 100.000 visualizações – entre US$ 500 e US$ 2.500
  • – 1.000.000 de visualizações – entre US$ 2.000 e US$ 40.000

Trazendo esses valores para a realidade brasileira, podemos dizer que, em média, um vídeo com mil visualizações pode render algo entre R$ 11 e R$ 172. Pode ser menos do que isso, pode ser mais, mas esse é um valor médio razoável para levar em consideração. E de nada adianta tentar enganar a plataforma: só entram na conta visualizações reais, feitas por perfis diferentes, com acesso a partir de diferentes IP.

Nem todos os vídeos podem ser monetizados

Além disso, há que se considerar que nem todos os vídeos podem ser monetizados. Se eles não possuem uma trilha sonora original ou mesmo emprestam imagens de filmes e séries, a veiculação de propaganda não gera receita para os canais – e eles podem até mesmo ser banidos do programa se insistirem em violar essas regras.

Pode parecer fácil, mas não é: obter cem mil visualizações, para a ampla maioria dos canais, é um trabalho que leva muitos anos. A menos que você se dedique muito à produção de conteúdo, é bem provável que demore um bom tempo até que você atinja um valor razoável mensal que possa servir efetivamente como uma renda.

Essa conta leva em consideração apenas os valores pagos pelo YouTube pela exibição de anúncios. A contratação de outros tipos de publicidade, negociadas externamente, não entram nesse cálculo, e frequentemente servem para aumentar os rendimentos dos youtubers profissionais.

Portanto, se fôssemos responder de forma objetiva quanto vale a visualização de um vídeo, a resposta seria entre R$ 0,01 e R$ 0,17, levando-se em consideração o valor do dólar na atualidade (R$ 5,58 em 05 de maio de 2020). Ao receber esse valor ainda serão descontados impostos e taxas bancárias.

Fonte: Business Insider

VOCÊ TAMBÈM PODE GOSTAR
Robôzinho fofo tirando foto com uma câmera antiga.

10 melhores aplicativos para editar fotos com inteligência artificial

Filme sendo exibido em uma TV que está espelhando um notebook.

Como espelhar notebook na TV?

Conceito de tecnologia e sustentabilidade da empresa Positivo com mãos segurando um planeta terra formado por circuitos eletrônicos.

Saiba como a Positivo alia tecnologia e sustentabilidade

Homem que trabalha com TI sentado diante de sua mesa com 3 monitores exibindo linhas de código de programação.

Como iniciar uma carreira em TI?

Homem e robô em uma cafeteria. O robô está mexendo no celular do homem para aumentar sua produtividade.

Como usar a IA para melhorar a produtividade?

Mulher assistindo os lançamentos da Netflix de junho de 2024 enquanto come pipoca.

Confira os principais lançamentos da Netflix para Junho de 2024

Inscreva-se na nossa

Newsletter


    Ao clicar em “enviar” a Positivo Tecnologia tratará os seus dados de acordo com a Política de Privacidade e Cookies.