Wi-Fi 6: entenda como a nova geração de rede sem fio vai mudar em 2019

Ao longo de 2018, um novo termo começou a surgir na mídia para fazer referência à nova geração de Wi-Fi: o Wi-Fi 6. Porém, você sabe o que é Wi-Fi 6 e quais são as diferenças dele em relação às versões atuais? E mais, por qual razão ele se chama “6”, se não temos um “5” ou “4”?

A ideia é justamente simplificar as coisas. Isso porque os consumidores, em sua ampla maioria, não sabem distinguir qual tipo de Wi-Fi é mais moderno do que outro. A razão pra isso está em uma complicada nomenclatura, que faz pouco sentido comercialmente.

O mesmo Wi-Fi 6, por exemplo, é o nome mais simples para indicar o padrão 802.11ax.

®GIPHY

O que muda com a chegada do Wi-Fi 6?

A ideia não é a de modificar apenas o novo padrão, mas também encontrar uma forma mais simples de fazer referência às gerações anteriores de Wi-Fi. Sendo assim, o padrão 802.11ax será rebatizado de Wi-Fi 6, assim como as versões anteriores também passarão a ser conhecidas pelos codinomes “Wi-Fi 5”, “Wi-Fi 4” e assim por diante.

A proposta da Wi-Fi Alliance, conglomerado responsável por definir os padrões das redes Wi-Fi entre dispositivos, atende a uma antiga reclamação dos consumidores, que se viam confusos diante de padrões com nomes como 802.11a, 802.11g e 802.11ac. Além do problema de identificação, a nomenclatura antiga não auxilia os mais leigos a compreenderem qual é melhor e qual é mais moderna.

Portanto, a principal mudança, em um primeiro momento, será apenas na nomenclatura. A expressão “Wi-Fi 6” virá inscrita na caixa dos produtos e está prevista uma campanha de divulgação para conscientizar os consumidores de que a geração 6 (no caso, a 802.11ax) é melhor do que a geração 5, e assim sucessivamente.

Para que você compreenda melhor como fica a linha do tempo de evolução das redes Wi-Fi, a lista completa seria a seguinte:

  • Wi-Fi 1 – padrão 802.11b (1999)
  • Wi-Fi 2 – padrão 802.11a (1999)
  • Wi-Fi 3 – padrão 802.11g (2003)
  • Wi-Fi 4 – padrão 802.11n (2009)
  • Wi-Fi 5 – padrão 802.11ac (2014)
  • Wi-Fi 6 – padrão 802.11ax (2019)

Compatibilidade ilimitada, mas velocidades variam

Bom, não resta dúvidas de que identificar qual rede veio antes e qual veio depois ficará muito mais fácil a partir do momento que a nova nomenclatura se tornar oficial, não é mesmo? Porém, há mais detalhes interessantes para serem considerados nessas mudanças. O primeiro deles é que há compatibilidade ilimitada entre todas elas.

Assim, uma rede Wi-Fi 6, consegue se comunicar com um equipamento do tipo Wi-Fi 4, e vice-versa. O que muda, porém, são as velocidades máximas que podem ser atingidas na transferência de dados.

Nesse caso, a velocidade máxima será sempre a do aparelho mais antigo. Por exemplo, em uma comunicação entre um equipamento Wi-Fi 6 e um Wi-Fi 5, a velocidade máxima de transmissão será a do Wi-Fi 5.

Com essa medida, além de facilitar a vida dos consumidores, a Wi-Fi Alliance espera que em médio prazo o processo de migração de uma geração para outra se torne mais rápido, melhorando a qualidade das conexões.

Fonte(s): Wi-Fi.org

VOCÊ TAMBÈM PODE GOSTAR
Mulher dona de um pequeno negócio usando inteligência artificial em um computador para otimizar seu trabalho.

11 dicas para usar IA no crescimento do seu negócio

Casal assistindo séries da Netflix sentados em um sofá comendo pipoca.

14 séries imperdíveis para você assistir na Netflix sem medo de ser feliz

Homem cobrindo o rosto com várias notas de dinheiro em formato de leque.

Como ganhar dinheiro com inteligência artificial

Mulher segurando um confrinho em formato de porco, simbolizando as ecnonmias ao comprar online.

Compare e economize: 9 apps para comparar preço antes de comprar

Vários desenhos de dispositivos eletrônicos formando um círculo. No centro, há um prédio com o G do Google, e em seu topo há uma nuvem, representando o armazenamento em nuvem do Google Drive.

Google Drive tem funções que vão melhorar a sua forma de trabalhar

Homem atrás de uma planta, abrindo as folhagens com as mãos e sorrindo.

Gosta de plantas? Saiba quais apps você precisa instalar no seu smartphone

Inscreva-se na nossa

Newsletter


    Ao clicar em “enviar” a Positivo Tecnologia tratará os seus dados de acordo com a Política de Privacidade e Cookies.