Positivo do seu jeito

Dicas

5 funções do WhatsApp que apareceram no Telegram primeiro

5 de junho de 2020

por: MKT Positivo

A briga pelo mercado de mensageiros é bastante acirrada. Embora o WhatsApp tenha a maioria absoluta em termos de usuários, quando se fala de recursos há muitas pessoas que defendem o Telegram. O problema maior é que “os contatos não estão lá”, e com isso o WhatsApp permanece sendo o preferido.

Porém, há muitas funções do WhatsApp que apareceram no Telegram primeiro, o que faz da plataforma uma espécie de “palco de ensaio” para o mensageiro de Mark Zuckerberg. Se funciona e o público gosta, por que não adotar também? Listamos aqui alguns desses recursos que, talvez você não saiba, mas surgiram primeiro no Telegram.

1. Respostas às mensagens específicas

Arrastar uma mensagem para a direita para exibi-la como citação a uma resposta. Esse recurso está plenamente difundido no WhatsApp nos dias de hoje, mas nem sempre foi assim. A inspiração para esse recurso que hoje parece muito simples foi uma função do Telegram, criada em 2015.

Logo depois, o WhatsApp “aperfeiçoou” essa ferramenta incluindo a possibilidade de mencionar diretamente alguém em um grupo quando colocamos “@” antes do nome. A inovação, na verdade, também foi inspirada em um recurso do Telegram, que já era muito utilizado pelo público da plataforma.

2. Excluir mensagens

Quando o recurso de apagar mensagens enviadas surgiu no WhatsApp, muitos usuários comemoraram: essa era uma das funções mais requisitadas na plataforma. Grande parte desses pedidos veio depois que o Telegram, em janeiro de 2017, incorporou essa novidade ao aplicativo.

Porém, o mensageiro russo ainda têm algumas vantagens: no WhatsApp há um tempo limite para apagar uma mensagem, enquanto no Telegram não. Além disso, um recurso do Telegram permite apagar o histórico inteiro de um chat, algo que ainda não é possível no WhatsApp.

3. Uso de figurinhas

Os stickers, popularmente conhecidos como figurinhas, são uma verdadeira febre no WhatsApp. Basta entrar em um grupo para que em poucos minutos você receba alguns deles para ilustrar a conversa. A possibilidade de personalizá-los de uma nova vida à plataforma.

Porém, essa também é uma novidade “importada” do Telegram. Por lá o recurso foi incorporado em 2018, e também se tornou um sucesso imediato. No Telegram é possível ainda enviar figurinhas animadas, algo que os usuários do WhatsApp vivem pedindo para que seja incorporado.

4. Envio de mensagens apenas pelo Administrador

O Telegram se tornou uma ferramenta de divulgação no melhor estilo “feed” quando permitiu a criação de grupos nos quais somente o administrador pudesse enviar mensagens. Esse recurso surgiu praticamente junto a com plataforma e demorou para que o WhatsApp percebesse que essa era uma boa oportunidade.

Ela só se tornou realidade no mensageiro do Facebook em 2018, depois de muitos pedidos dos usuários. A ideia é que esse tipo de grupo sirva mais para comunicados e anúncios, evitando que as mensagens se desvirtuem em função de conversas paralelas.

5. Recursos inteligentes de áudio

Gravar um áudio sem precisar ficar pressionando o botão foi um recurso que contribuiu para o aumento das conversas por meio desse formato na plataforma. Aqui, embora a função tenha surgido alguns meses antes no Telegram, a proximidade de ambas pode indicar que já havia um desenvolvimento paralelo.

Quando um usuário quer ouvir um áudio e há várias em lista, somente recentemente o WhatsApp permitiu que todos fosse executados na sequência. Para quem era usuário do Telegram isso não era novidade, pois desde sempre a plataforma teve essa função incorporada.