fluxo de dados em formato de cascata

Qual é o volume de dados criados todos os dias e qual é o futuro dos dados?

Os dados estão cada vez mais incluídos em diversos aspectos das nossas vidas. Desde a Inteligência Artificial (IA) até a Internet das Coisas, enfim, tudo foi tornando a sociedade como conhecemos hoje, digital e muito competitiva. 

O volume de dados (Big Data) criados diariamente não param nunca e eles refletem as opiniões, relações e tendências de cada indivíduo e também da sociedade como um todo. 

Embora todos esses dados sejam o que movimentam a economia global e também revelam o que está acontecendo em nosso mundo, e serem muito importantes, ainda existe uma certa preocupação sobre a privacidade

mulher fechando as cortinas da janela

Para saber qual é o volume de dados que são gerados todos os dias e qual a tendência para o futuro deles, é importante entender o que é Big Data. Acompanhe!

O que significa volume de dados?

Talvez você já tenha ouvido falar sobre o Big Data. Esse termo é o que descreve qualquer volumosa quantidade de dados estruturados, não estruturados e também os semi estruturados e que possuem a função de serem extraídos para conseguir informações.

representação do armazenamento de um grande volume de dados

Esse conceito teve início no início do século XXI, quando o analista Doug Laney começou a questionar a importância de coletar e armazenar dados para realizar análises no futuro.

Geralmente o Big Data é constituído por três “Vs”, sendo esses: volume extremo de dados, grande variedade de tipos e a velocidade com a qual devem ser processados. Por mais que o Big Data não corresponda a um valor específico, esse termo é usado constantemente para definir terabytes, petabytes e, também, exabytes de dados capturados com o tempo. 

Os três “Vs”

Para entender sobre esses três “Vs”, acompanhe as informações abaixo:

  • Volume: o volume pode vir de diversas fontes tais como, registros comerciais, resultados obtidos de pesquisas científicas específicas e também por meio de sensores utilizados com a Internet das Coisas (IoT), em tempo real;
  • Variedade: pode vir de diferentes tipos de arquivos, por exemplo, dados estruturados, armazenamento de banco de dados SQL ou transmissão deles por meio de sensores;
  • Velocidade: diz respeito ao período usado para que um grande volume de dados sejam analisados. Nesse caso, cada projeto extrai, correlaciona, assim como também analisa a fonte dos dados para que depois apresente uma resposta ou solução baseado numa consulta geral.

Qual o volume de dados gerados diariamente? 

Segundo a IDC que é uma empresa de inteligência de mercado, e que presta consultoria de serviços estratégicos, todos os dias são gerados 2,5 quintilhões de bytes. Esses dados surgem das redes sociais, conversas em aplicativos como o WhatsApp e Telegram, sinais de GPS, as pesquisas realizadas em sites de busca como o Google, compras on-line, os vídeos assistidos nas plataformas de streaming, por exemplo, a Netflix. Percebe como os dados estão sendo gerados a todo momento?

Então, todo esse grande volume de dados, podem ser organizados ou somente armazenados, consistem no Big Data, conforme explicamos anteriormente.

Qual é o futuro dos dados?

Quanto mais a quantidade de dados disponíveis para análise cresce, mais a qualidade das descobertas e revelações inovadores melhoram. Então, a análise do Big Data, é capaz de permitir um aprofundamento nas observações sobre os indivíduos, suas ações e seus sentimentos, podendo fornecer melhores insights.

cena do filme Uma Mente Brilhante em que um homem está em pé no meio de uma sala e vários algorítmos iluminam seu rosto

Um bom exemplo de uso desses dados é dentro do e-commerce, que por exemplo, pode gerar a exibição de itens nos quais aquele consumidor prefere, tudo baseado de acordo com o perfil de navegação do mesmo.

Além disso, os insights obtidos por meio da utilização das redes sociais vai muito além de gostar ou não gostar de algo, pois pode revelar também tendências daquele usuário, como suas opiniões e necessidades como cliente. 

Por mais que o futuro seja totalmente tecnológico e já existam muitas ferramentas que de certa forma, façam o trabalho humano, ainda sim, existe a necessidade de pessoas para realizar certas tarefas e também que saibam lidar com tais ferramentas. Contudo, na área de pesquisa científica, já podemos observar teorias geradas de forma totalmente independente por máquinas, baseadas em dados obtidos por um volume extraordinário de informações, no qual nenhuma pessoa seria capaz de gerar sozinha.

O futuro está chegando cada vez mais rápido e é necessário que todas as pessoas estejam preparadas para acompanhá-lo.

Em resumo, não podemos fugir das novas tecnologias, mas devemos nos adaptar e aprender a lidar com cada uma delas. E para continuar por dentro de temas como este, siga acompanhando o blog Positivo do Seu Jeito.

Fonte(s):

ICMP Consultoria em TI.

VOCÊ TAMBÈM PODE GOSTAR
Mulher dona de um pequeno negócio usando inteligência artificial em um computador para otimizar seu trabalho.

11 dicas para usar IA no crescimento do seu negócio

Casal assistindo séries da Netflix sentados em um sofá comendo pipoca.

14 séries imperdíveis para você assistir na Netflix sem medo de ser feliz

Homem cobrindo o rosto com várias notas de dinheiro em formato de leque.

Como ganhar dinheiro com inteligência artificial

Mulher segurando um confrinho em formato de porco, simbolizando as ecnonmias ao comprar online.

Compare e economize: 9 apps para comparar preço antes de comprar

Vários desenhos de dispositivos eletrônicos formando um círculo. No centro, há um prédio com o G do Google, e em seu topo há uma nuvem, representando o armazenamento em nuvem do Google Drive.

Google Drive tem funções que vão melhorar a sua forma de trabalhar

Homem atrás de uma planta, abrindo as folhagens com as mãos e sorrindo.

Gosta de plantas? Saiba quais apps você precisa instalar no seu smartphone

Inscreva-se na nossa

Newsletter


    Ao clicar em “enviar” a Positivo Tecnologia tratará os seus dados de acordo com a Política de Privacidade e Cookies.