Positivo do seu jeito

Dicas

WhatsApp: como ativar a verificação em duas etapas

24 de junho de 2021

por: MKT Positivo

O WhatsApp oferece uma função de segurança que pode evitar a clonagem de uma conta. A verificação em duas etapas é uma alternativa para garantir que o perfil no app fique associado a uma senha de seis dígitos. A seguir, confira como ativar a verificação em duas etapas no WhatsApp.

Manter a segurança de sua conta no WhatsApp é muito importante. Através do mensageiro nós realizamos contatos com amigos, familiares e, até mesmo, contatos profissionais e com empresas. Os dados que trocamos em nossas conversas podem ser utilizados em golpes, principalmente, na clonagem da conta.

Para evitar que usuários sejam alvo de criminosos, o WhatsApp oferece a possibilidade de vincular uma senha de seis dígitos às contas. Esse recurso, conhecido como verificação em duas etapas, também é comum em outras plataformas digitais, como mensageiros concorrentes e redes sociais.

O método de segurança também é útil em casos de perda ou roubo do aparelho. Nesses momentos, pessoas má intencionadas podem querer usar o WhatsApp para se passar pelo dono do aparelho.

Clonagem de uma conta do WhatsApp

O tipo de golpe que pode ser evitado usando a verificação em duas etapas é, essencialmente, a clonagem do WhatsApp. Você pode estar se perguntando como os golpistas conseguem acessar sua conta em outro aparelho. A resposta, entretanto, não chega a ser complexa. Antes, no entanto, é preciso entender como funciona o sistema do mensageiro.

O WhatsApp permite que uma conta seja usada em dois dispositivos. Em geral, no PC e no smartphone. Até aí tudo bem. A versão web é iniciada através da leitura de um QR code no celular onde a conta está ativa. O acesso é liberado e pode ser derrubado a qualquer momento. Como é então que os golpistas acessam sua conta?

Para ativar uma conta do WhatsApp é necessário verificar o número no sistema do mensageiro. Para isso, o usuário precisa indicar o número do celular para, então, pedir uma ligação ou SMS do WhatsApp e receber um código de verificação. Como os golpistas não estão de posse de seu aparelho ou de seu chip, eles precisam conseguir esse código com o dono da conta, do contrário, não será possível clonar o número.

WhatsApp: como ativar a verificação em duas etapas

Para que a clonagem aconteça, o golpista liga para a pessoa e pede que ela informe o código de ativação da conta. Para conseguir esse dado, é claro, essa pessoa má intencionada liga para a vítima e se passa por um funcionário de alguma instituição famosa. Durante a conversa, ela diz que o cadastro de algum serviço precisa ser confirmado por um código que o usuário receberá por SMS.

Com a pessoa na linha, o golpista realiza o procedimento de ativação e o código de verificação é enviado para a vítima que, nesse momento, pode acreditar na história e informar o dado.

Em muitos casos, o usuário só descobre o golpe dias depois, quando algum contato indica que recebeu mensagens estranhas. Outros usuários podem perceber que o SMS informa, na verdade, um código do WhatsApp.

Como acontece o ataque dos golpistas

Geralmente, os criminosos não agem imediatamente após conseguir clonar uma conta. Esse tipo de golpe está ligado a acumular informações da vítima. A pessoa passará alguns dias lendo suas mensagens e reunindo dados importantes, como indicações de movimentações financeiras, problemas com dívidas, sonhos de realizar viagens, dados profissionais e informações financeiras de familiares.

Com essas informações coletadas, eles começam a iniciar conversas com seus contatos. Os golpistas escolhem pessoas que conversam com a vítima em chats que eles tiveram acesso. Dessa maneira, podem enganar os contatos apresentando informações pessoais que apenas o dono da conta deteria.

Os criminosos então pedem dinheiro aos contatos da vítima. Como poder de convencimento, usam as informações coletadas nas conversas anteriores. Podem, por exemplo, pedir dinheiro para uma viagem, para finalizar uma dívida e para outras situações que já foram relatadas pela vítima.

Se o contato acreditar na história, eles enviam uma conta bancária de terceiros para receber os depósitos de dinheiro. O golpe, como vimos, é complexo e envolve várias camadas de ações. A forma de repelir esse golpe, entretanto, é muito simples. Configure a verificação em duas etapas.

Como ativar a verificação em duas etapas e proteger a sua conta do WhatsApp

Antes de ativar o recurso, é preciso entender seu funcionamento e como ele é uma importante ferramenta de segurança. Qualquer tentativa de usar seu número do WhatsApp em outro aparelho necessitará do código PIN do recurso de duas etapas. Sendo assim, mesmo que o golpista consiga o código SMS, ele não conseguirá logar a sua conta.

Gostou da ideia? Então vamos aos passos para ativar o recurso em sua conta. Pegue seu celular e abra o WhatsApp para começar. O procedimento é o mesmo na versão para Android e iPhone do mensageiro.

Passo 1. Abra as configurações do WhatsApp;

Passo 2. Acesse a opção “Conta”;

Passo 3. Toque no recurso “Verificação em Duas Etapas”;

Passo 4. Pressione o botão “Ativar”. Nesse momento, será exigido uma senha de seis dígitos. Escolha uma senha forte que você não esqueça. É primordial que apenas você saiba essa senha para garantir a segurança do recurso;

Passo 5. Confirme a senha novamente para avançar;

Passo 6. Digite um endereço de e-mail que será utilizado para recuperar esse código caso você esqueça;

Passo 7. Pressione a opção “Salvar” para confirmar o endereço de e-mail;

Passo 8. Para finalizar o procedimento, toque no botão “Salvar”.

Pronto. Agora a sua conta está protegida e você não será alvo de golpistas que tentam clonar contas do WhatsApp.

Curtiu essa dica? Não deixe de navegar no portal Positivo do Seu Jeito para conhecer notícias, tutoriais e análises de softwares e aplicativos diversos. Use também nossa barra de busca para encontrar conteúdos que acabem com suas dúvidas em smartphones e computadores.